sábado, 24 de novembro de 2012 | Autor:

Você nunca pensou nisso, não é? Mas 99% da veterinária não visa o bem-estar dos animais. Toda a veterinária bovina, suína, ovina, equina, avícola só tem o objetivo de contemplar as conveniências dos criadores e seus lucros.

E quanto à veterinária de animais de estimação, como cães e gatos?

Também essa especialização privilegia o bem-estar dos donos. Por exemplo, quando recomendam que se lhes dê ração ao invés de comida comum do ser humano. É uma questão de comodidade e economia para os proprietários de pets. Para os animais pode ser extremamente enfadonho comer todos os dias a mesma coisa. E há denúncias de que as rações estão contribuindo para o desenvolvimento de câncer nos animaizinhos, devido à qualidade suspeita da procedência das matérias primas e à utilização abusiva de corantes, aromatizantes e conservantes cancerígenos.

Outra evidência dessa postura é a recomendação de que só se forneça uma refeição por dia e que se retire a comida se o animal não a comer imediatamente. Você já imaginou ser submetido a um regime em que só pudesse comer uma vez por dia? Além do sofrimento da fome, você ficaria ávido e quando tivesse comida à sua frente comeria mais do que o ideal. Por isso, alguns cães morrem por torção do estômago, por encher demais a barriga.

Mais um motivo de dar comida uma só vez ao dia é que quando os cães comem, eles precisam defecar em seguida. Seria desconfortável ao ser humano levar os cães para passear várias vezes por dia, após cada refeição. Então é melhor deixá-los passar fome.

Minha cachorra Jaya fica com a comida à disposição o dia todo. E ainda ganha frutas (no mínimo três maçãs e três bananas) ao longo do dia. Com isso, ela só come o que precisa e pára de ingerir o alimento quando está satisfeita, deixando o restante para mais tarde, pois sabe que vai estar ali sempre que ela quiser. Ah! E não custa informar: ela é vegetariana. É uma cadela de grande porte muito saudável, ágil, inteligente, astuta, carinhosa e extremamente forte. Come frutas, legumes, hortaliças, queijos, iogurtes e ração vegetariana. Se essa ração não for muito melhor do que a carnívora, pelo menos ela a ingere em menor proporção.

E o que dizer daqueles cães que comem e não podem defecar porque só vão passear à hora que seus humanos decidirem? Já imaginou você precisando ir ao banheiro o dia todo e não podendo porque seria humilhado com uma bronca feia e talvez até fosse punido fisicamente por ter se aliviado? Pois essa tortura é imposta aos cães com a maior naturalidade.

A solução que adotei foi destinar um pequeno espaço revestido com jornais, dentro de casa, a fim de servir como banheiro para a Jaya. É um pouco trabalhoso estar recolhendo os dejetos e desinfetando o local o tempo todo. Mas o conforto dela vale o investimento.

Em tempo: nosso veterinário é um querido e faz um trabalho realmente amoroso com a Jaya. Se quiser, posso indicá-lo.

________________________________________

Onde encontrar rações vegetarianas:

Nem todas as rações são veganas, mas todas são vegetarianas.

Rações Fri-Ribe
http://www.fri-ribe.com.br
Fri-Dog Premium – Vegetariana – Ração 100% vegetal, com 25% de proteínas, à venda no Brasil. Recomendada para alimentação diária de cães adultos de todas as raças e portes.

Fridog
http://www.racao.vegetariana.pop.com.br
Fri-Dog Premium – Vegetariana – Ração 100% vegetal, com 25% de proteínas, à venda no Brasil.

Benevo
http://www.efeitoverde.com ou em http://www.centrovegetariano.org/loja
Ração vegana para cães e gatos, sem OGM, nem corantes ou conservantes sintéticos.

Yarrah
http://www.yarrah.com
Informações e vendas Porto: 916225263, 933300879; Lisboa: 214852573, 937850434
Uma gama completa de alimentos biológicos para cães e gatos, com algumas rações, biscoitos e snacks 100% vegetarianos para cães.

Petemotions
http://www.petemotions.com
Techni-Cal Vegetarian – Ração vegetariana para cães à venda online. Entregas dentro de Portugal continental.

Vegetarian Society do Reino Unido
http://www.vegansociety.com
Possibilidade de encomendar pela Internet, principalmente suplementos vegecat.

Veggie Pets
http://www.veggiepets.com/acatalog/vegetarian_cat_food.html
Loja online com rações vegetarianas e veganas para cães e gatos, de várias marcas disponíveis no mercado.

Amí
http://ami.aminews.net
Produtos alimentares totalmente vegetarianos para cães e gatos. Sem corantes, nem conservantes nem produtos transgénicos.

Referências:
http://www.vegetarianismo.com.br/animais.html
http://www.vegepets.info

Leia mais »

domingo, 12 de fevereiro de 2012 | Autor:

Compartilhe e discuta com os amigos este capítulo do nosso livro Anjos Peludos – Método de educação de cães.

Se apreciar, procure-o nas livrarias e  indique-o a quem gostar de cães.

 

Você é uma pessoa bondosa e de forma alguma cruel. Então, pense bem antes de colocar em sua casa um ser que é todo emoção, que é todo amor.

Muita gente adota um cachorro só para depois jogá-lo na rua na primeira dificuldade econômica, doença, problema para educá-lo ou sob qualquer outro pretexto. Isso é uma desumanidade! Um conhecido meu encontrou um weimaraner na rua. Tinha sido abandonado por seu des-humano por ter ficado doente! Você já imaginou se os seus pais tivessem jogado você fora quando teve as doenças infantis? Todas elas deram trabalho e despesas. Mas você não foi posto na rua.

Em alguns países é comum que na época de férias as ruas se encham de cãezinhos abandonados porque a família quer viajar e não tem com quem deixar o cachorro. Eu mesmo já recolhi dois anjinhos que foram abandonados no aeroporto e eram pessoinhas tão especiais que o fato nos partiu o coração.

Certa vez, chegando ao Brasil de uma viagem ao exterior, encontramos no aeroporto internacional um serzinho pequeno que ia de passante em passante pedindo para ser adotado. Saltando como uma molinha, como se quisesse se aboletar no colo das pessoas, o rabinho abanando intensamente e um olhar suplicante, não havia como ignorá-lo. Quando veio pulando em mim, fiz-lhe carinho e senti receptividade. Dei-lhe comida. Olhei nos seus olhinhos negros e não consegui deixá-lo lá.

Não caberia mais um ente querido de quatro (nem mesmo de duas) patas no nosso apartamento.
 Ainda assim, trouxemo-lo conosco. Deixamo-lo durante alguns dias numa clínica, em observação, tomando todas as vacinas. Quando fomos buscá-lo no veterinário sua alegria por nos rever era inacreditável. Minha amiga Virgínia se apaixonou por ele e adotou-o.

Quando perguntam sua raça digo que é street terrier. Mas é bem possível que tenha mesmo algum ascendente com pedigree. Ele tem uma índole ótima, é ultra educado, logo tornou-se vegetariano com prazer e parece estar nos dizendo o tempo todo “Obrigado, obrigado por me darem um larzinho!”. Quando fomos viajar para passar o Ano Novo no Rio, Vivi teve que deixá-lo na casa da treinadora. Ao retornarmos para buscá-lo, soubemos que ele ficou sentado diante do portão até as onze da noite esperando que sua dona voltasse.

 

Se não encontrar o livro nas livrarias, poderá pedi-lo para:

Método Distribuidora – tel. (11) 3589-7227.
Office – tel (11) 3064-3949.
Unidade Jardins (11) 3081-9821.

segunda-feira, 4 de julho de 2011 | Autor:

Queridos Colegas,

Sou aluna do Metodo De Rose na cidade de Itu e gostaria de compartilhar com vocês a oportunidade maravilhosa e enriquecedora de partipar do Projeto Mucky.

O Projeto Mucky foi criado em 1985 para dar assistência aos primatas brasileiros provenientes do tráfico ou do abandono. Único do genero no Brasil, o Projeto Mucky socorre, recupera, mantém, pesquisa e busca procriação das espécies em extinção e tem o objetivo de reintegrar os primatas à natureza. Realiza ainda um trabalho de combate ao tráfico de animais silvestres por meio de palestras, eventos e programas de educação ambiental.

Dentre os primatas existentes no projeto, temos o sagui de tufo preto, bugios e ainda alguns cachorros e gatos que foram abandonados na porta do projeto. Apesar deste não ser o nosso foco, auxiliamos estes animais.

Atualmente, estamos em sérias dificuldades financeiras…

Os animais que chegam ao Projeto necessitam de cuidados especiais, pois como a grande maioria é proveniente de tráfico de animais silvestres, sofreu maus tratos.

Não temos ajuda do governo e com isso o nosso desespero aumenta….

O Projeto esta em pé pois conta com a ajuda dos padrinhos e madrinhas, que auxiliam com um valor mensal que é de no minimo R$30,00 (trinta reais) por mês.

Além disso, estamos necessitando de todo o tipo de ajuda:
– Alimentos (Cesta básica, frutas, legumes,etc)
– Material de Limpeza
– Medicamentos veterinários e materiais de enfermaria.
– Ração para os gatos e cachorros
– Roupinhas para os cachorros
– Ursinhos de pelúcia para os primatas
– Mantas e cobertores pequenos
– Roupas usadas para o bazar da pechincha.
– Material de escritório (canetas, sulfites, pastas, etc)
– Mão de obra voluntária para cuidar dos animais e para ajudar na cozinha e no escritório.

Os nossos animais são especiais, muitos tem uma alimentação regrada e tomam medicamentos de alto custo. Tudo isso, é para tentar manter a qualidade de vida deles.

Se você tiver interesse em nos ajudar entre em contato comigo por email: pri.amb@hotmail.com ou entre em contato diretamente com o Projeto Mucky.

Um abraço a todos e desde já, muito obrigada !

Priscila de C. Baptista Rugolo
Presidente do Projeto Mucky
(11) 4023-0143
GSM 3G (11) 7600-0813
GSM 3G (11) 7625-6693
http://www.projetomucky.com.br
Twitter: http://www.twitter.com/projetomucky
Flickr: http://www.flickr.com/photos/projetomucky
Facebook: http://www.facebook.com/projeto.mucky
YouTube: http://www.youtube.com/user/MuckyProjeto

sexta-feira, 17 de junho de 2011 | Autor:

Bom dia, Mestre!

Hoje pela manhã fiquei emocionada quando recebi um e-mail que contava esta história:

Num zoológico na Califórnia a mãe tigresa depois de se recuperar do parto, começou a piorar seu estado de saúde, mesmo que fisicamente ela estivesse bem. Os veterinários sentiram que a perda da cria causou uma profunda depressão na tigresa.
Os médicos decidiram que se a tigresa adotasse a cria de uma outra mãe, talvez melhoraria.
Após checar com vários zoológicos pelo país, tiveram a triste notícia de que não havia nenhuma cria de órfãos tigrinhos na mesma idade para levar para a mãe tigresa.
Os veterinários então decidiram tentar algo que nunca teria sido tentado antes em um zoológico: as vezes a mãe de uma espécie cuida dos filhotes de uma diferente espécie.
Os únicos órfãos que puderam ser encontrados rapidamente foram as crias de uma porquinha. Os funcionários do zoológico e os veterinários “revestiram” os porquinhos numa imitação de pele de tigre e os colocaram perto da mãe tigresa.

“Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele ou por sua origem, ou sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender. E se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar, pois o amor chega mais naturalmente ao coração humano do que o seu oposto.” (Mandela)

Um beijo e uma feliz segunda-feira!

Lu

Unidade Centro Cívico – Curitiba – PR
http://www.derosecentrocivico.org

Clique na imagem para ampliá-la.

domingo, 29 de maio de 2011 | Autor:

Olá Mestre

Gostei muito desse vídeo e acho que você também vai gostar:
http://www.youtube.com/watch?v=09GvXzVfC2M&feature=player_embedded
Na Turquia, um gato realiza massagem cardíaca em outro gato.

O Veterinário disse que isso foi crucial para a sobrevivência do animal.
Beijo

Fábio Salatiel

domingo, 6 de março de 2011 | Autor:

“Não é novidade que doenças descritas na literatura científica seguindo alimentação de cães e gatos baseados nos alimentos comerciais a base de carne incluem doenças de rim, fígado, coração, neurológicas, olhos, sistema locomotor e pele, desordens de sangramento, deformações de nascença, compromisso da imunodefesa e doenças infecciosas. Como um veterinário atuante, eu concordo que tais doenças degenerativas tão comuns como o câncer, falência de rim, fígado e coração e muitas outras são exacerbadas ou diretamente causadas pelos numerosos ingredientes perigosos das dietas comerciais a base de carne para cães e gatos.”

Knight defende esta perspectiva ao citar os estudos em:

http://www.vegepets.info/pages/meat_based_commercial_diets.htm#Appendix Studies

Veja o PETA (1994 em http://www.helpinganimals.com/pdfs/Dog_Health_Survey.pdf) para maiores informações nas questões de saúde entre uma dieta vegana contra a dieta não-vegana para cães.

____________________

Preciso acrescentar que não sou adepto da alimentação vegana e sim da ovo-lacto-vegetariana para mim e para minha weimaraner Jaya. Tem dado muito certo para nós dois, para dezenas de cães da Nossa Cultura, bem como para milhares de instrutores e alunos nossos. Todos são fortes, musculados, pessoas bonitas, profissionais de relevo e desportistas de alta performance. DeRose.

 

 

sexta-feira, 14 de maio de 2010 | Autor:

Talvez alguém de Floripa possa entrar em contato.

Incrível como existem pessoas sem coração por este mundo. Este caso aconteceu agora dia 11 de maio em Floripa.
O depoimento que se encontra no site http://www.ajudaparaosanimais.blogspot.com é de uma moça ou senhora (não sei a idade) chamada Fernanda e diz o seguinte:

Preciso da ajuda de vocês:

Apareceu aqui na frente da minha casa uma cachorrinha toda machucada de maus tratos…o pior de tudo é que arrancaram um olho dela. Isso mesmo!!!

Absurdo! A coitadinha toda machucada, sem um olho, manca, sarnenta…

Não consegui deixar de ajudar porque me sensibilizei e não conseguiria simplesmente virar as costas….

Coloquei ela isolada no meu quintal e estou cuidando.

Uma moça que trabalha em um posto de saúde perto de casa estava junto na hora e também quis ajudar..ela trouxe algumas coisas para curativo, analgésico e juntei mais com as coisas que tinha aqui em casa dos meus cachorros. Estou fazendo curativos pra não deixar o olho exposto, dando comida, passando remédio..enfim, cuidando…

O grande problema é que ela tem que fazer uma cirurgia pra fechar o olho e já falei com ongs, veterinários e ninguém pode ajudar. Queria ver com vocês se me ajudam a mobilizar algum veterinário pra fazer essa cirurgia pois não tenho como arcar com esta despesa agora. Além da cirurgia, ela vai precisar continuar tomando os remédios e todo o tratamento.

Preciso da ajuda de vocês e até para dar um destino pra ela…alguém que adote, pois já tenho 3 cachorros e 2 gatos..

Não posso ficar com mais um.

Por favor pessoal, falem com amigos, com veterinários, ou com alguém que faça uma boa ação e banque a cirurgia pra depois podermos colocar pra doação.
abaixo, fotos.. ( as fotos estão no site indicado)

Bjão e obrigada
Fernanda
(48) 3259-8761 e (48) 8831-6677
fernanda@fabrikadeideias.com.br

Bjs

Regina
Método DeRose Alto da XV

DSC02162.JPG

Que coisa impressionante! Não pude conter as lágrimas perante tamanha maldade contra esse serzinho doce e indefeso. Vamos ajudar a essa cadelinha, SIM! Mas o que me consterna é saber que tantos outros casos semelhantes estão ocorrendo o tempo todo, no mundo todo. A espécie humana foi mesmo um erro. Ainda bem que ela vai dar cabo dela mesma. Assim, vamos deixar de torturar, escravizar e matar as outras espécies. Até lá, convoco todos os descendentes dos genes recessivos do Homo amabilis para que se unam a nós nesta cruzada sem fronteiras para tornar o mundo melhor. [Leia o post Fábula sobre a Síndrome de Caim.] DR

_______________

Mestre,

Mandei um email para a Fernanda pedindo o número da conta dela para ajuda-las, porém ela me respondeu que a cachorrinha morreu sábado pois estava com uma doença grave. Muito obrigada por compartilhar isso conosco pois assim podemos ajudar.

Estamos ansiosos por sua chegada em Belo Horizonte.

Beijocas

Tabatha Fiorini – Unidade Savassi – Belo Horizonte – MG

_______________

Triste… muito triste. DR

Leia mais »

Equipe de Desenvolvimento:

Daniel Cambría   |   Coordenação Geral https://www.facebook.com/danielcambria

Tiago Pimentel   |   Layout & Identidade Visual https://www.facebook.com/tiagopimentel https://www.flickr.com/designinabox

Alex William   |   Programação Visual (Front End) https://www.facebook.com/alex.brasileiro https://www.artinblog.com

Douglas Gonzalez   |   Programação Back End https://www.facebook.com/douglas.s.gonzalez

Visite o Office em facebook.com/officemetododerose