quinta-feira, 16 de dezembro de 2010 | Autor:

Como você sabe, as enchentes de Alagoas deixaram muitos flagelados. Nossa colega Vanusa, empresária de Serviços de Limpeza das escolas da rede, vai se encarregar de levar donativos para Maceió, sua terra.

Você pode doar roupas usadas (desde que em condições de uso) e alimentos não perecíveis. Ainda que não consiga em tempo hábil para que ela leve agora – pois me avisou meio em cima da hora – você pode enviar a qualquer tempo que a Vanusa manda por transportadora.

Remeta o que tiver para: Vanusa Maria dos Santos, Rua Criciúna, 1006 casa 1 Jardim Brasil, São Paulo, cep 02225-001

sexta-feira, 9 de outubro de 2009 | Autor:

Sugestão aos instrutores e Diretores:

Quando algum candidato visitar a sua escola, mas residir ou trabalhar próximo a outra unidade, recomende a escola do colega. Se o interessado mora longe, ainda que se matricule, acabará parando de frequentar as aulas. Contudo, se você o envia ao colega e o colega retribui enviando outro candidato a você, cada qual ficará com alunos fidelizados por muito mais tempo.

A prática de indicar colegas em outros bairros da mesma cidade, ou em outras cidades e mesmo em outros países fez com que hoje uma média de 20% dos alunos das unidades credenciadas sejam de clientes enviados por outros instrutores da rede. Vinte por cento não é pouco. Calcule que para cada cem alunos isso equivaleria a cerca de vinte inscrições. Temos vários casos de praticantes que se mudaram de cidade, de estado e de país várias vezes em função do trabalho e continuaram conosco. Outros, que viajam muito, praticam em dois ou três países regularmente. Se não fosse a estrutura de rede e a política de apoio recíproco, eles estariam praticando outra modalidade. Mas assim como você remete ao colega, o colega remete a você e todos ficam felizes, principalmente o aluno que com isso sente que está praticando em uma grande entidade internacional em que todos os instrutores seguem o mesmo Método e manifestam o mesmo carinho.

Isso é Poder Gregário! Graças a ele crescemos e prosperamos. Valorizemos a nossa União. Ela é um case de sucesso, único no mundo.

 

 

 

juliarodrigues

Realmente bom lembrarmos sempre disso.
Ao seguir esta recomendação, teremos a certeza que indicaremos o trabalho de profissionais tão bem preparados quanto os da nossa própria escola e ainda reforçaremos a imagem de profissionalismo e seriedade do Método.
Além disso o aluno que seria potencial evasão por questões logísticas de deslocamento e tempo poderá se tornar um membro bem participativo da egrégora da cidade. O que acaba sendo bom também para a escola que o indicou para um colega próximo.
Ganharemos todos com isso! Principalmente o aluno
Beijo Mestre!

Leia mais »

segunda-feira, 7 de setembro de 2009 | Autor:

Acabamos de voltar da inauguração da Unidade Granja Viana, da Bruna e  Marcus. Casa linda, montes de colegas incentivando a iniciativa, belas coreografias, música de uma banda muito boa. Ainda não está credenciada, mas é para logo, logo. Desejamos boa sorte ao querido casal de amigos.

Temos mais uma inauguração para o mês que vem, na Vila Madalena, da Denise e Vernon. No início do próximo ano contaremos com a inauguração da escola do Will. Nosso Método crescendo cada vez mais.

 

 

Raphael Cagnotto

Olá Mestre.

Comentei com minha equipe sobre como nossa profissão vem crescendo em uma época alarmada por notícias sobre crise, desaceleração da economia, empresas com prejuízo, etc.

É bom que os futuros colegas de profissão, seus familiares e amigos saibam que nosso trabalho gera o merecido reconhecimento social e econômico. Projeta sucesso em todos os sentidos, sempre sustentado pelos nossos ideais e pela ética do Nosso Método.

Inclusive influenciamos a sociedade através do cultivo da cidadania e do poder como um grande grupo.

Aqui em Curitiba, por exemplo, organizamos todas as escolas para participar da Campanha de Natal do IPCC (Instituto Pró-Cidadania de Curitiba).

Além das Unidades serem pontos de coleta, os alunos, sempre engajados, participam deixando caixas em suas empresas ou condomínios para doações de brinquedos que serão entregues às crianças menos favorecidas.

Acredito que conseguimos fazer isso, além de diversas outras ações nesse sentido, por sermos muitos e sérios.

Grande beijo.

Leia mais »

quinta-feira, 2 de julho de 2009 | Autor:

Temos alguns alunos que praticam na Rede DeRose em vários países, pois em função do seu trabalho necessitam viajar regularmente. Há também o caso dos alunos que pagaram um plano e no meio precisam encetar uma viagem de passeio ou a negócios e contam com a conveniência de não ter que interromper seu programa de prática. Ao contrário, poderão até intensificá-lo, uma vez que se viajarem para várias cidades ou para diversos países durante a vigência do seu plano, poderão praticar até mais do que se ficassem na sua cidade.

Há um aluno suiço que quando está em Portugal pratica com o Luís Lopes, quando está na Argentina pratica com o Edgardo Caramella. Há uma aluno de New York que quando viaja para Paris pratica com a Sonia Saraiva, quando viaja para o Rio pratica com a Vanessa de Holanda (e os outros lugares para onde ele viaja já não me lembro), mas sempre elogiando o profissionalismo dos nossos instrutores e o padrão de qualidade internacional.

As escolas também saem ganhando, pois quando um aluno se muda ou é transferido para outro bairro, para outra cidade ou para outro país, normalmente teria que procurar uma escola de Yôga aleatoriamente. Mas sendo nós uma grande família, o tempo todo as escolas recebem alunos que praticavam noutra unidade e em função da mudança procuram uma escola da rede, cuja seriedade e profissionalismo já conhecem, a fim de prosseguir sua prática. Em média, 5 a 10 por cento dos alunos de uma escola já praticaram noutra unidade da Rede. Isso representa uma vantagem e tanto para nossos instrutores e Diretores.

Veja o caso da Alessandra Dorante. Paulista, de férias no Rio de Janeiro, antes de ser nossa aluna, recebeu um flyer nosso na praia. Pensou em praticar, mas estava de viagem marcada para a Argentina em função do seu trabalho. Uma vez em Buenos Aires, tornou-se aluna do Edgardo Caramella. Voltando à sua cidade, São Paulo, transferiu-se para a Unidade Jardins, onde acabou decidindo tornar-se instrutora. Daí, chegou a Diretora Técnica da recém-inaugurada Unidade Ibirapuera. Hoje, exerce sua profissão na unidade da Letícia Ziebell, na cidade do Porto, Portugal.

 

Alessandra Dorante

eeeeeeeeee ;) que honra ser citada no teu blog Dêzinho!! Recordo-me até hoje daquele dia! Eu estava na praia de Ipanema, perto do Posto 9 e recebi um flyer que (naquela época) mencionava SP-Jardins, SP-Moema, RJ-Copacabana e Buenos Aires… Apesar de só ter 4 escolas (o que hoje é muito pouco) foi o fato de sermos uma rede que me fez optar pelo nosso trabalho. Achei o máximo o fato de, em viagem, poder continuar praticando.
O que eu não sabia, e que vim a descobrir é que a nossa Rede é muuuuito mais do que simplesmente um lugar para praticar…
Temos amigos em todos os lugares!!!
E foi assim que me senti em Buenos Aires. Recém-chegada e em trabalho sem conhecer ninguém, foi na escola do Edgardo (hoje Maestro!) que encontrei amigos e companhia estando num país diferente!! Naquela época, alguns dos meus colegas de prática eram o Diego, o Luciano, a Yael que depois tornaram-se instrutores como eu também viria a me tornar!
Hoje, aqui no Porto, eu e a Lezinha adoramos receber as pessoas e a nossa casa vive sempre cheia. Acabamos de ter aqui o Jojó e a Vivi, o Thiago Duarte também está conosco e o Mauro Bex e a Carlinha Ferraz vêm passar aqui este fim-de-semana!!
É o puro sentimento gregário em ação!
Obrigada Dê por nos proporcionar essa gigantesca família!

Ale Filippini

Pois é, nunca deixei de praticar.
Da academia passei a praticar com a Camila e o Alê, na Unidade da Al. Campinas.
Mudei para Campinas (cidade) e passei a praticar na Unidade Flamboyant, com meu eterno querido Pedro.
De volta à Sampa, mais precisamente à Alphaville, passei a praticar aqui, com o amado Marcus, com quem estou fazendo a Complementação Pedagógica (A Nuria, queridíssima, também está praticando aqui).
Em breve (espero que seja bem breve mesmo), seremos colegas de profissão.

 

FernandoSalvio

Eu também já fiz um passeio pela Rede. :-D

Comecei praticando em 97, com uma instrutora em uma academia, cheguei na época a visitar a Unidade do Locatelli. Anos depois pratiquei novamente com outra instrutora, da Unidade Santana, em outra academia. Depois pratiquei alguns anos na Anália, onde fiz complementação e conheci muita gente. Hoje pratico na Al Campinas, com o Alê e meus amigos (inclusive o Pablo que fez complementação comigo).

Semana passada visitei a Unidade da minha outra amiga de complementação, a Lelo e na semana anterior fui visitar meus amigos da Unidade Vl Mariana. E estive a pouco tempo na Jaú, ao lado do Mestre.

Sábado, estarei na inauguração da Unidade Paes de Barros, onde estão meus amigos novamente.

Realmente a Rede é sem igual.

Um abraço a todos e especialmente ao Dê que é o responsável por tudo isso.

Fernando Salvio
São Paulo – SP – Brasil – RedeDeRose

Ale Filippini

O melhor ainda é que, com todas essas mudanças, a adaptação em outra escola sempre foi muito fácil e rápida.
Ontem mesmo estávamos falando sobre isso na unidade. Em tão pouco tempo as pessoas parecem amigas de infância. Sempre fui muito bem recebida em todas as escolas e por onde passei ganhei amigos que serão eternos.

Alê – Unidade Alphaville / SP

Kleber Lopes

Em 2008/2009 viajei bastante a trabalho e sempre que possível procurei uma unidade para praticar (e participei até de alguns sat chakras). Conheci a Unidade Histórica de Copacabana (tirei foto com o “cofrinho”, anexada) e tb conheci muitas outras escolas pelo Brasil. Fui muito bem atendido em todas, sem contar o alto astral e clima familiar que é marca da egrégora do SwáSthya Yôga. Com certeza é um diferencial do Método De ROSE e me fez querer mais e mais.

938477524ac99ce4c673aa6275da13d8.jpg

Bjs,
Kleber Lopes
Unidade Jardins – São Paulo/SP

GIGI BEIRIGO

É MARAVILHOSO sermos um rede tão grande .
Eu sou comissária de bordo , sempre quis fazer a formação profissional mas com a minha profissão ficava bem difícil conciliar , foi quando descobri a Formação Profissional do nosso método.
Conciliar as aulas com minhas eternas viagens foi muito fácil , além de ter o enorme prazer em conhecer pessoas tão maravilhosas em todos cantinhos do Brasil e Argentina .
É tão gostosa a sensação de estar em algum evento nosso e encontrar pessoas de todo lugares, as quais, muitas delas eu conheço e receber um abraço carinhoso de saudades e feliz por mais um reencontro!
Que MUNDO MARAVILHOSO é a nossa rede !!!
Que magnífica a oportunidade de poder praticar em qualquer lugar do mundo e ser recebida sempre tão bem e com a sensação gostosa e a certeza de sermos uma grande família !
Gigi Beirigo
Unidade Vila Mariana – São Paulo -SP

Fernanda Neis
fernandaneis@hotmail.com | 201.6.65.225

Olha só que sincronicidade.
Hoje matriculamos uma menina que vai fazer aulas duas vezes por semana aqui na Jardins e uma vez por semana em Curitiba.
Só na nossa Escola isso seria possível :D Beijos da Fê

 

paulinho

Oi Mestrão, alguns anos atrás fizemos uma parceria com a Natura Cosméticos, no qual dois instrutores apresentavam o nosso Método, com coreografias e aulas em um evento deles que percorreu várias capitais do Brasil, eu era um desses instrutores. O senhor se lembra? Então, essa foi uma experiência única. Toda comissão do evento ficava abismada como poderia ter tantos amigos, pois em todas as capitais em que estive, foram 6 ao todo, os instrutores dessas capitais me pegavam no hotel para passear e nos divertir. E passava todo tempo livre nas escolas e ou na casa dos instrutores, muitas vezes dispensando o cansativo hotel. Essa viagem que foi provavelmente chatíssima para todos do evento, para mim foi excelente e maravilhosa. Ainda tive o privilégio de fazer curso em duas capitais diferentes com o senhor e ir a festas das Unidades. Foram dois meses viajando e passeando com amigos. Ainda ganhei para isso.
Um beijão,
Paulinho – London

Leia mais »