sexta-feira, 10 de junho de 2011 | Autor:

Mestrão,

Acabei de ler um artigo de um ex-colunista da Veja, o Stephen Kanitz.

O título do texto é “A coragem de cobrar caro” e retrata algo que nós, na Rede, já fazemos.

Veja o excerto e, se interessar, o artigo inteiro no link abaixo:

Eu sei que é difícil cobrar mais caro, mas alguém tem de dar o exemplo, mostrar aos outros profissionais o caminho da excelência, implantar novos padrões, como pontualidade, por exemplo. Você será o guru da nova geração, e a inveja que terão de seu novo preço fará com que eles passem a copiá-lo. E, à medida que seus colegas se aprimorarem, sua vantagem competitiva desaparecerá e você terá de reduzir o preço novamente ou então melhorar ainda mais seus serviços.

do site http://www.kanitz.com.br/veja/remuneracao_profissional.asp

Que tal? Não é semelhante a história do Método?
Acho importante que todos os profissionais, de todas as mais variadas carreiras, leiam o artigo para entender como funciona a lógica humana. Desta forma, usando esse conhecimento para crescimento da sociedade e, como consequência, pessoal.

É sempre assim. O Homo sapiens sapiens melhora sua técnica, transcendendo antigos paradigmas (e criando novos), estabiliza-se e então:
ou deixa de crescer;ou percebe que entrou na zona de conforto (protegida pelos novos paradigmas) e desponta ainda mais para esgarçar os limites da perfeição, criando algo novo e agregando ainda mais valor à sociedade.

Veja que vai de acordo com uma das qualidades necessárias para ser um profissional de sucesso: excelência técnica, sempre.

Saudações mais que fortes e super-mega-hiper-ultra (hehe) abraços!

Lauro Valente, chêla.
http://www.DeRoseCentroCivico.org

ps.: Mestre, já me matriculei e farei o pré-exame neste final de semana! hehe. Posto novidades mais para frente.

___________________

Olá Mestre,

Aproveitando o assunto “excelência”, como sugestão da minha querida instrutora Fê Monteforte, gostaria de comentar sobre o último livro que li, Personal Branding – Construindo Sua Marca Pessoal, obra do publicitário e grande especialista em marcas Arthur Bender. Ao explicar a diferença entre as estrelas de um segmento, ou seja, dos melhores em uma determinada atividade, e os medianos, me fez pensar imediatamente nos motivos pelos quais escolhi como meu método de aperfeiçoamento pessoal o Método DeRose, no que se refere ao profissionalismo dos instrutores e professores. Gostaria de transcrever aqui a passagem que se encaixa perfeitamente na descrição da forma de trabalho dos profissionais da Rede, da Unidade São Bernardo sem dúvidas, com quem já convivo há quase dez anos :

“’…é clara a diferença de atitude entre os medianos e as estrelas do segmento. As estrelas capitalizam cada espaço que conseguem e transformam isso em momentos geradores de experiências valiosas com sua marca pessoal – momentos de aprendizado e momentos em que dão um pouco mais de brilho à sua imagem pessoal.

“As estrelas passam o dia todo cavando oportunidades de ir mais à frente, aprender um pouco mais, exercitar um pouco mais, crescer um pouco mais. São inconformadas com o ritmo natural das coisas. Investem o tempo no aproveitamento dos espaços deixados pela concorrência.

“Os medianos, ao contrário, fogem do trabalho de ocupar espaços vazios. As estrelas buscam sempre estar um passo à frente das necessidades do seu setor. Quando os médios chegam lá, elas já estão muito à frente. Pensam como empresas, fazendo investimento de tempo, energia, aprendizado e experiências para colher a longo prazo.

“As estrelas são pró-ativas e estão sempre disponíveis para fazer alguma coisa, por elas e pelos outros. São os que puxam o grupo, dão ideias, estão sempre prontos para ficar mais uma hora, para fazer mais coisas além do previsto. São geradores de novos projetos, de novos programas.

“… as estrelas ignoram as regras não escritas, enfrentam a crítica de muitos, quebram paradigmas e fazem.”

Tenho muito orgulho de trocar experiências e aprender muito com estes profissionais, que sem dúvidas são as estrelas nesta área!

Renata de Souza
graduada
Unidade São Bernardo

 

domingo, 14 de junho de 2009 | Autor:

Fernanda Neis
fernandaneis@hotmail.com | 201.6.48.40

Parabéns do fundo do coração aos Instrutores Vivi e Gabis que organizaram maravilhosamente bem o sádhana e proporcionaram a todos nós a oportunidade de aprender ainda mais com o nosso Mestre, em um curso que ele dá só em SP, e é super restrito.
Meu amor aos 2.

[Acrescento que Vivi e Gabs foram muito profissionais e não deixaram faltar nada. O timing foi perfeito. Conseguimos começar e terminar pontualmente. Aplicaram nosso princípio de sistemas redundantes: se um falhar, temos outro para substituir. Na verdade, nada falhou, mas pude optar por outro microfone! A recepção foi super rápida e tudo muito organizado. Vamos começar a dar aulas de impecabilidade, pontualidade e organização. Na verdade, já damos: basta frequentar nossos eventos! Este comentário é importante para que todos saibam a quem agradecer pela realização do evento e por ter corrido tudo tão bem. Parabéns, Vivi e Gabs. Ainda faremos muito mais coisas importantes juntos. DeRose.]

Leia mais »