segunda-feira, 26 de janeiro de 2009 | Autor:

Não atire óleo nos deságues

O que fazer com o óleo que sobra depois de uma fritura? Bem, o melhor mesmo é utilizar o mínimo possível de frituras. O organismo agradece e o meio ambiente também. Eu desenvolvi uma técnica de fritar sem óleo que funciona excelentemente para algumas receitas. Por exemplo, para o strogonoff DeRose, frito as cebolas sem nada, nem óleo, nem água, até que fiquem douradas. Se for preciso, no final coloco uma pequena quantidade de água apenas para não grudar.

Quanto às frituras que exijam óleo, ao invés de “jogar fora” pelo ralo da pia, o ideal é colocá-lo em uma garrafa plástica e depois encaminhá-lo para a coleta. Cada vez mais, os óleos utilizados pelos restaurantes e residências estão sendo usados para produzir biodiesel. Quanto mais biodiesel for incorporado, menos combustíveis fósseis serão necessários.

Um litro de óleo contamina cerca de 1 milhão de litros de água, o que equivale ao consumo de uma pessoa no período de 14 anos.

Viviane
http://vivianesantos.wordpress.com | viviane.santos@uni-yoga.org | 189.62.138.92

Olá Mestre tão amado.
Obrigada por colocar estas maneiras de mudar o mundo. Acho que quando é você quem fala, seus instrutores e nossos alunos dão mais atenção. Espero que, realmente, comecem a agir com mais consciência, consciêcia esta, que a própria filosofia proporciona.
Sobre essa dica do óleo, eu tenho uma informação sobre onde levar, já tinha posto também no meu blog.
http://vivianesantos.wordpress.com/2008/09/16/maneiras-faceis-de-ajudar-o-planeta/
Um grande abraço e até amanhã

Alessandra Dorante
alessandra.dorante@uni-yoga.org | 195.23.135.34

Querido Dê!
Aqui em Portugal a nossa escola apóia o trabalho da AMI-Associação Médica Internacional, http://www.ami.org.pt que tem projectos nesse sentido. Inclusive com uma rede de apoio de estabelecimentos onde se levar o óleo alimentar. Vale a pena conferir em http://www.ami.org.pt/default.asp?id=p1p490p338&l=1.
beijos,
Alessandra

http://www.unichem.com.br/videos.php
http://www.storyofstuff.com/international/