quinta-feira, 4 de junho de 2009 | Autor:

Conversando com alguns instrutores, constatei que eles só lêem os posts, mas não os comentários, que têm tanta coisa boa, e menos ainda os links que são uma mina de ouro. Portanto, vou postar aqui alguns links mais novos que me enviaram.

Gravação com a mensagem de amor em áudio e fotos, montada pelos Guerreiros do Rio:

httpv://www.youtube.com/watch?v=-QUW2jvwq-Q

Vídeo de um show da Sarah Brightman, interpretando Figlio Perduto, com música de Van Beethoven, adaptação de Michael Soltau e Chiara Ferraú, baseados em um texto de Von Goëthe:

httpv://br.youtube.com/watch?v=Wuo6PUeyHmA

“O tipo desce na estação de metro vestindo jeans, t-shirt e boné, encosta-se próximo à entrada, tira o violino da caixa e começa a tocar com entusiasmo para a multidão que passa por ali, bem na hora rush matinal. Durante os 45 minutos que tocou, foi praticamente ignorado pelos transeuntes, ninguém sabia, mas o músico era Joshua Bell, um dos maiores violinistas do mundo, executando peças musicais consagradas num instrumento raríssimo, um Stradivarius de 1713, estimado em mais de 3 milhões de dólares. Alguns dias antes Bell tinha tocado no Symphony Hall de Boston, onde os melhores lugares custam a ‘bagatela’ de 1000 dólares. A experiência, gravada em vídeo, mostra homens e mulheres de andar rápido, copo de café na mão, telemóvel ao ouvido, crachá balançando no pescoço, indiferentes ao som do violino. A iniciativa realizada pelo jornal The Washington Post era a de lançar um debate sobre valor, contexto e arte. Conclusão: estamos acostumados a dar valor às coisas quando estão num contexto. Bell era uma obra de arte sem moldura. Um artefacto de luxo sem etiqueta de glamour. Somente uma mulher reconheceu a música…” O vídeo da apresentação no metro está no You Tube:

httpv://www.youtube.com/watch?v=hnOPu0_YWhw

A seguir, alguns links para o Caminho das Índias, sendo que em um deles, há uma declaração textual da Globo, declarando que não são os atores que executam as técnicas e sim os dublés instrutores de SwáSthya Yôga. Os Guerreiros do Rio deveriam aproveitar essa deixa para conseguir entrevistas para eles nos grandes veículos do Rio e de São Paulo. Confira:

httpv://picasaweb.google.com/copacabana.rj/CaminhoDasNdiasFilmagem#

httpv://redeglobo.globo.com/Tv_globo/Noticias/0,,MUL954268-16162,00.html

Procure o nome Swásthya Yoga: httpv://www.clicrbs.com.br/noveleiros