segunda-feira, 6 de julho de 2009 | Autor:

Aproveitando o tema dos últimos posts, é óbvio que o Fest-Yôga de Buenos Aires vai ocorrer da forma programada. Primeiro, porque setembro é daqui a alguns meses. Segundo, porque a cada dia o vírus da gripe muta e está se tornando cada vez mais inofensivo. Terceiro, porque – oh! gente vulnerável à manipulação da mídia! – é só uma gripe!

Como o Ministério da Saúde sempre recomendou que os cidadãos com mais de 60 anos tomem vacina contra as gripes comuns, consultei alguns alunos médicos sobre se já tínhamos vacinas contra esta gripe da moda. Todos me disseram que não precisava tomar

Só recomendo que os argentinos que vivem no Brasil, antes de viajar para Bs.As. verifiquem como está o mise-en-scène na imigração para evitar que sejam barrados ao querer voltar para cá.

Os procedimentos de aeroportos são só mise-en-scène. Quantas vezes vi pessoas tendo que jogar fora um canivetinho suiço ou tesoura de cabelo para poder embarcar no avião. “Medidas de segurança, senhor.” E dentro da aeronave, receberem facas de aço para cortar a comida! Outras vezes, receberam facas de plástico. Mais uma encenação: se a faca pode cortar um bife, também pode cortar uma jugular. E uma caneta esferográfica ou um lápis bem apontado, de grafite duro, nas mãos de um terrorista treinado, pode ser uma arma mortal.

O que ocorre é que as autoridades aeronáuticas precisam mostrar à opinião pública que estão cumprindo a sua obrigação de proteger a sociedade. Lembre-se dos nossos axiomas. Axioma Número Sete: Nada é aquilo que parece ser.

Portanto, vamos logo providenciando com a devida antecedência as passagens aéreas para conseguir bons preços e as inscrições no Festival. Aliás, devido ao carnaval dos noticiários, as passagens estão baratíssimas. Da maior parte das cidades do Brasil, está mais barato pagar uma passagem para Buenos Aires do que para São Paulo. Não deixe passar essa oportunidade!

Fernanda Neis
fernandaneis@hotmail.com | 201.6.53.176

Vamos aproveitar, porque a passagem, pela Gol, estava por menos de 200 reais o trecho, partindo de São Paulo.
Mais barato que ir pra praticamente qualquer lugar!
Eu também vou!
Beijossssssssssss