quarta-feira, 2 de setembro de 2009 | Autor:

Oi Mestre

Esse video mostra uma forma peculiar e cruel de se criar vacas na qual faz-se um buraco na lateral do corpo do animal, o que dá ao criador acesso fácil ao aparelho digestivo.
Surpreendente e chocante.
http://www.youtube.com/watch?v=OtV3i80ZOfE&feature=PlayList&p=F363FF76A06AD203&playnext=1&playnext_from=PL&index=26

[Assista a sequência de vídeos. Quando termina um, entra automaticamente outro. O quarto vídeo é o de um elefante que consegue pintar um quadro (ele pinta um elefante segurando uma flor com a tromba), o que confirma a minha teoria de que os animais têm inteligência e que se não a manifestam é porque a arrogância do ser humano, que os considera irracionais, não lhes permite desenvolver suas capacidades. Se tratássemos um ser humano com a mesma displicência quanto à transmissão do ensinamento, essa pessoa seria quase um retardado mental. Qualquer um que tenha educado um filho sabe o trabalho que deu o simples treinamento da criança para segurar um garfo ou os anos que foram necessários para que aprendesse a escrever. Estou convencido de que se investirmos o mesmo esforço com cães, macacos e – pelo visto – até com elefantes, conseguiremos desenvolver neles capacidades que supostamente seriam diferenciais do ser humano. DeRose.]

Marina Barreira

Mestre, tudo bem?
Como se não bastasse as atrocidades que vemos com os animais da coluna de contagem abaixo, ainda temos que presenciar um absurdo tão cruel quanto.
Um casal manteve por três anos um abatedouro de cães para vender sua carne à comunidade oriental, em Suzano, São Paulo.
A reportagem é da Folha Online http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u651354.shtml
Fico me perguntando: como conseguem ser tão sangue frio? É incrível.

Super beijo para você.
Marina Barreira – Vila Mariana