domingo, 24 de fevereiro de 2019 | Autor:

 (Extraído do meu livro “Método de Boa Alimentação“, que está à venda na Casa Santa Luzia, na Alameda Lorena 1471, na nossa Sede Central Mundial na Alameda Jaú 2000 em São Paulo e nas escolas do DeROSE Method).


Para evitar mal-entendidos, a fim de que ninguém me ofereça “uma saladinha”, ou soja, ou tofú, ou alguma coisa estranha, prefiro não me classificar como vegetariano e sim como não carnívoro. Veja, abaixo, o que come um não carnívoro.

Feijões de todos os tipos

Arroz

Farofas de tudo o que a sua imaginação permitir

Ervilhas

Grão de bico

Lentilhas

Batatas em todas as suas variedades

Cenouras e todos os demais legumes

Omeletes de tudo o que conseguir inventar

Todos os tipos de ovos

Sopas, as mais variadas, sem caldo de carne

Pães

Pão de queijo

Pamonha de queijo

Tutu de feijão

Curau

Queijos e burratas

Iogurtes e coalhadas

Tortas

Tartines

Quiches

Pizzas

Calzones

Nhoques

Espaguete

Lasanha

Fettuccine e outras massas

Risotos

Bruschettas

Polenta

Ratatouille

Crepes franceses de queijo

Gratin dauphinois

Aligot

Fondue de queijo

Cuscus

Homus

Babaganuche

Faláfel

Tabule

Arroz com lentilha

Arroz com aletria

Kibe de queijo sem carne

Esfiha de queijo

Acarajé

Vatapá, obviamente, sem carne de camarão

Empadas

Rissoles

Bolinhos de arroz

Bolinhas de queijo à milanesa

Croquetes de legumes

Pasteis

Strogonoff

Empanadas argentinas

Sanduíches de miga argentinos

Sanduíches os mais variados

Spatzle (alemão)

Praticamente todos os pratos hindus

Todos os doces de todos os países, menos os que levarem gelatina, já que gelatina é feita dos restos de cascos e ossos de bois e porcos.

E, é claro, nada de saladas, nem soja, nem tofú, nem nenhuma dessas bufonarias estereotipadas.

Atenção: vegetariano e vegano são sistemas diferentes. Os veganos, não consomem laticínios, nem ovos, nem mel, nem nada que seja do reino animal, assim como não usam sapatos de couro. Mas não é o nosso caso. Sou não carnívoro há 59 anos. Minhas cachorras da raça weimaraner, que são cães de grande porte, nunca comeram carne nem ração que tivesse carne. Comem a minha comida. Leia a história completa no meu livro “Anjos Peludos, Método para Educação de Cães“.

Em tempo: o que se chama de vegetarianismo é o sistema que veio da Índia e que se usa lá com esse nome. Algumas pessoas no Ocidente, para ser mais específicas, resolveram chamar de ovolactovegarianismo. Se quiser saber mais, leia o meu livro “Método de Boa Alimentação“.


Categoria: Diversos