sexta-feira, 17 de junho de 2016 | Autor:

Um dia, eu estava no estúdio da TV Bandeirantes, aguardando o momento da minha entrevista e assisti à que me precedia. A entrevistadora, Xênia Bier, estava entrevistando uma senhora humilde, Dona Cida, que havia idealizado e concretizado o Hospital do Fogo Selvagem, em Uberaba, Minas Gerais.
Em um dado momento, a entrevistadora disse:
– Eu a admiro muito. Você, sendo mulher, negra, pobre e analfabeta conseguir construir um hospital, é preciso ter muito amor…
E a entrevistada disparou:
– Amor nada, minha filha! Raiva!
Esse é um bom exemplo do quanto a raiva pode ser canalizada para uma direção construtiva.

Assista ao vídeo sobre o assunto:

youtu.be/wP-VeWc2VHk

 Tags: , ,
Categoria: Diversos