terça-feira, 14 de junho de 2016 | Autor:

Se num restaurante você se declarar vegetariano e consultar o maître sobre o que ele sugere, o esforçado profissional poderá lhe dar duas respostas. A mais frequente é:
– O senhor é vegetariano? Nesse caso podemos lhe oferecer frango, peixe… E a lagosta está ótima.
Inútil tentar fazê-lo entender que vegetariano não come carne de frango, nem carne de peixe, nem carne de crustáceo. Ele fará uma cara de ervilha encefálica e lhe oferecerá bacon. O leitor pensa que estou gracejando? Então faça a experiência. Entre no próximo restaurante e use a palavra mágica vegetariano. Garanto que à saída fará uma generosa doação para o Serviço de Proteção ao Vegetariano Incompreendido.
A outra resposta que o maître poderá lhe dar é a de que não tem nada para vegetarianos. Então você lhe contrapõe:
– Tem batata frita? Tem couve-flor? Tem queijo? Tem farofa? Tem palmito? Tem espaguete? Tem champignon? Tem pizza? Se tem tudo isso e muito mais, porque o senhor declara que não tem nada para vegetarianos?
Aí, ele lhe serve uma sopa de cebola com caldo de carne.

Assista ao vídeo e acompanhe também o assunto em nosso podcast:

youtube.com/watch?v=KeH3V0GoB8w

 Tags:
Categoria: Diversos