terça-feira, 26 de junho de 2012 | Autor:

 

 

No Canadá, um empresário de sucesso conseguiu projetar e fabricar, na década de 50, um avião, Avro Arrow, que atingia a incrível marca de duas vezes e meia a velocidade do som e uma altitude de 50.000 pés! Era indiscutivelmente o melhor avião de combate do mundo. No entanto, por inveja e politicagens, os inimigos do empresário, para prejudicá-lo, conseguiram passar uma lei que interrompia a fabricação da aeronave.

Quando a fabricação foi proibida pelo Governo Canadense chegou a notícia de que a França fizera um pedido de 400 unidades das turbinas do Arrow e os Estados Unidos queriam comprar todos os aviões disponíveis. Diante disso, a anta que era então Primeiro Ministro declarou que iriam fazer papel de idiotas perante o mundo se a França e os Estados Unidos tivessem o melhor caça jamais construído e eles, canadenses que o construíram, não o possuíssem. Então, recusou-se a vender àqueles dois países e deu ordens de que destruíssem todos os aviões, arquivos, filmes, fotografias, pesquisas, projetos, documentos, qualquer coisa que pudesse atestar a existência de semelhante aeronave.

O empresário que projetou e construiu o Avro Arrow morreu na miséria poucos anos depois da falência. Dez anos depois, a Inglaterra construiu o supersônico Avro Vulcan, segundo algumas fontes, baseando-se em dados obtidos dos engenheiros que haviam participado do projeto Canadense. Inacreditável? Pois é uma história real que virou filme, Arrow – o desafio. Recomendamos que assista a película como apoio de documentação. Para mais informações, consulte o Google.

 

Se você conhecer outros casos semelhantes, por favor, informe-nos. Obrigado.