sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009 | Autor:

Castre seu animal

Não, não é maldade. Maldade é deixar o animal desesperado pelo instinto de reprodução e depois permitir que transe uma ou duas vezes na vida. Costumo escutar: “Preciso arranjar um namorado para ele (ou ela), porque nunca cruzou.” Isso significa deixar o animal experimentar algo que nunca mais vai poder fazer! Uma crueldade. Já imaginou você só poder transar uma vez ou duas em toda a sua vida? No caso das fêmeas, é comum o câncer de mama e de útero que pode ser evitado com a castração antes da primeira menstruação. No caso dos machos, a castração os deixa menos territoriais (menos marcadores de território com a urina), menos agressivos, menos competidores com a autoridade dos donos. Isso significa mais tranquilidade para o cãozinho e menos broncas que ele receberá por seu comportamento inadequado à convivência com outros cães e com o dono. A operação é indolor e de fácil recuperação. O animal continua com vivacidade, será brincalhão e garotão por muito mais anos. Jaya é um bom exemplo dessa vitalidade e brilho no olhar. Com esta atitude, você estará contribuindo para reduzir a população canina e consequentemente poupar a esses animaizinhos tão doces o sofrimento do abandono. Lembre-se de que a prefeitura de muitas cidades os recolhe para sacrificá-los ou para doá-los a “pesquisas científicas”, o que é um destino pior que a morte, de torturas indescritíveis pelo resto das suas vidinhas. Já recolhemos e adotamos vários cachorros que estavam abandonados. No caso do Wilson (da vivi e do Gabriel), que já foi adotado quase adulto, sentimos nítidamente a gratidão dele em suas atitudes. No caso da Sampa (da Mariana Rodrigues), ela foi adotada com dias de vida. A piquerrucha nem sabe que foi abandonada no lixo.

Regina Wiese Zarling
http://yogabatel.blogspot.com | rwzarling@yahoo.com.br | 189.115.80.143

As minhas duas filhotas, tanto a cachorra quanto a gata são castradas.
Segundo a WSPA (Sociedade Mundial de Proteção Animal), uma única cadela, com uma vida reprodutiva de 6 anos, pode gerar 100 (cem) descendentes, enquanto uma gata em apenas 2 anos pode deixar 200 (duzentos) descendentes. São números realmente assustadores, desconhecidos da maioria das pessoas. Mas estes números provam que tentarmos reduzir a população com apreensão e eutanásia é, no mínimo, falho, além de ser um crime.

Além do método ser falho, a apreensão pode determinar a disseminação de várias doenças.
Imaginemos a situação em que o seu animal de estimação foge para um passeio na rua, sendo apreendido juntamente com outros animais, alguns dos quais, de rua. Algum destes animais errantes pode estar doente, e contaminar o seu. Quando você vai ao depósito retirar o seu animal, você pode estar levando para dentro da sua casa, para a sua rua, para o seu bairro, doenças que, por não serem usuais da região, encontrarão terreno adequado para se alastrar, contaminando toda uma população que antes não estava doente.

. a solução para estes problemas todos seria a castração
. A CASTRAÇÃO É UMA OPERAÇÃO RELATIVAMENTE SEGURA, QUANDO FEITA POR UM BOM MÉDICO VETERINÁRIO. OS ANIMAIS, GERALMENTE, SE RECUPERAM DA CASTRAÇÃO EM APROXIMADAMENTE UMA SEMANA, COM DESCONFORTO MÍNIMO.

.VANTAGENS:
– EVITAR NINHADAS NÃO DESEJADAS
Ah!, você diria: “Eu jamais colocaria uma ninhada de minha cadela / gata na rua”.
. Está certo, mas o que fazer com os filhotes se ninguém os quiser? E os futuros donos, tratarão tão bem seus “netinhos” como você? Não esqueça que as vezes um filhote só é atraente enquanto é filhote, ou enquanto não destroi o sofá da casa nem faz xixi no tapete novo, ou enquanto não fica doente.
. E os machos que tem dono que fogem de casa e acabam cruzando com uma fêmea de rua? Além de aumentar a população de rua teríamos o perigo também da transmissão de doenças venéreas. Uma doença venérea muito comum nos cães é um tipo de tumor, que é maligno (câncer)

– ANIMAIS CASTRADOS SÃO MAIS SAUDÁVEIS
.Tanto machos comos fêmeas têm menos chances de desenvolver problemas de tumores e infecções nos órgãos reprodutivos.
. Os machos, depois de castrados, têm menos chances de desenvolver problemas de próstata e tumores de testiculares.
. A castração reduz o risco da cadela ter tumor de mama. Se a cadela foi castrada antes do primeiro cio, (aproximadamente seis meses), o risco dela desenvolver tumores mamários é muito reduzido. O Tumor Mamário é, normalmente, um tipo de câncer muito comum em cadelas idosas que não foram castradas. Além disso, cirurgia na fêmeas imaturas é menos propensa a complicações. A remoção completa dos ovários elimina a possibilidade de cânceres ovarianos ou uterinos, que são ocorrências comuns em fêmeas não castradas.
. Com relação às fêmeas, pode ser que elas não sejam boas mães, implicando em risco para a ninhada e em trabalho extra para você. Ou ainda, ela pode precisar de auxilio de emergência durante o parto [por exemplo, uma cesariana] colocando em risco sua vida, e aumentando sua despesa.

Beijos

Milena Rosolen
milena.rosolen@uni-yoga.org | 189.96.99.7

Olá pessoal, segue mais um site para quem quiser adotar um cachorrinho: http://www.adotaretudodebom.com.br
Bjs Milena

Chrystine Omori
chrysomori@hotmail.com | 200.158.54.212

Konbanwa, pessoal!^-^
Esse aqui é para adotar, mas quem não puder, pode ajudar apadrinhando ou fazendo doações!
E nem precisa ser daqui de São Paulo ;)
http://www.viralataedez.com.br/