segunda-feira, 30 de março de 2009 | Autor:

O artista Marcelo Bortolotti teve a gentileza de fazer uma escultura que ele denominou DeRose Shankar.  A justificativa não era colocar DeRose na estatura de Shankar e sim propor a geração de um arquétipo de evolução do primeiro para que em algum momento, quem sabe, em alguma existência, chegue próximo à identificação com o segundo.

 

Como vários instrutores e alunos consultaram-no a respeito, Bortolotti comunica que aceita encomendas de reproduções da escultura em tamanho pequeno, em materiais diferenciados, desde bronze até resina, para que se ajuste ao valor que cada um dispuser.