sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013 | Autor:

Qual a melhor forma de tratamento?

O tratamento de Mestre nós vamos deixar para o Mestre de Xadrez, Mestre Maçom, Mestre de Capoeira, Mestre de Tai-Chi, Mestre de Karatê, Mestre de Reiki, Mestre de Obras, Mestre-Escola, Mestre-Sala, Mestre de Cerimônias, Mestre de Jangada, Mestre Cuca, Mestre Marceneiro e, além destes, outros que tenham mestrado universitário, contra os quais ninguém lhes atira na cara frases do tipo “Mestre? Como assim, Mestre?” ou  “Mestre só Jesus”.

Eu gostaria que este tratamento carinhoso só fosse usado entre nós, alunos e instrutores do Método DeRose, e apenas internamente. É que nossa utilização desse tratamento tem uma conotação descontraída e amorosa, mas lá fora as pessoas o interpretam como Messias, gurú, líder espiritual e mais uma batelada de disparates.

O CBO – Catálogo Brasileiro de Ocupações, do Ministério do Trabalho, relaciona mais de trinta profissões com o título de Mestre, entre elas, Mestre de Corte e Costura, Mestre de Charque, Mestre de Águas e Esgotos etc. No entanto, quando se trata de Yôga, é muito frequente que surjam contestações.

Nunca entendi por que cometem esse tipo de questionamento aos do Yôga e não a fazem a todas as demais profissões ou posições hierárquicas.

Continuo não compreendendo e prefiro que não me expliquem. No entanto, para evitar confrontos com pessoas de educação mais rasteira, recomendo que o título de Mestre só seja utilizado entre nós quando não houver presente pessoa alguma de fora.

Mestre só deve ser utilizado pelos alunos e instrutores quando estiverem dentro das nossas escolas ou em eventos nossos. Fora do nosso círculo, falando com seus familiares e amigos, tanto os alunos quanto os instrutores, devem evitar o tratamento Mestre. Recomendamos escolher um dos que constam abaixo:

Sistematizador é um tratamento para assuntos referentes ao nosso Método ou à nossa modalidade filosófica.

Exemplo de utilização: “Joris Marengo supervisionado pelo Sistematizador DeRose desde 1976.”

Supervisor para referências sobre a supervisão profissional.

Exemplo de utilização: “O Supervisor DeRose solicita aos supervisionados que apliquem os testes mensais aos seus alunos.”

Escritor, quando se tratar de assunto editorial, livreiro ou que diga respeito de alguma forma à literatura e a textos extraídos de algum livro de nossa autoria.

Exemplo de utilização: “A mais contundente obra do escritor DeRose é seu livro ‘Quando é Preciso Ser Forte’.”

Professor Doutor (Honoris Causa) pode ser usado em contexto acadêmico.

Exemplo de utilização: “Curso ministrado na Universidade Federal pelo Prof. Dr. DeRose.”

Comendador, quando se tratar de ambiente oficial, protocolar, governamental, militar, empresarial, solenidade, outorga, entidade cultural, heráldica, filosófica, humanitária etc.

Exemplo de utilização: “Contamos com a presença do Comendador DeRose.”

Companheiro, no Rotary.

Exemplo de utilização: “O Companheiro DeRose convida os rotarianos para o lançamento do seu livro.”

Educador deve ser evitado sempre que possível. Só abrimos exceção para textos que já tenham utilizado outros tratamentos e em que seja conveniente não repeti-los.

 

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012 | Autor:

Quando você for a um médico, ele fizer um diagnóstico muito rápido e tiver certeza absoluta, é melhor consultar outro. Eu poderia lhe contar 200 casos, mas vou mencionar um que ocorreu com a Fernanda Neis.

Ela não é chegada a ter alergias, mas um dia ficou com o vários vergões vermelhos e coçando. Foi a um alergista. Ele perguntou o que ela havia tomado de medicação no dia anterior.

– Tomei Buscopan.

– Você tem alergia a dipirona. Vai fazer um tratamento durante quarenta e cinco dias com cortisona.

Fernanda, embora impressionada com a certeza do médico, preferiu consultar um outro. Este lhe perguntou:

– Mas qual foi o Buscopan?

– Foi o Plus.

– Acontece que o Plus não contém dipirona.

E lhe indicou um teste para identificação de alergias. De fato, com o resultado do teste ela constatou que não tinha alergia alguma a dipirona. O primeiro médico errara feio. Nem precisou fazer o tratamento equivocado, caro e com efeitos colaterais indesejáveis. Tomou um anti-alérgico e ficou boa num instante.
Leia mais »

quinta-feira, 10 de maio de 2012 | Autor:

O meu amigo Alexandre Montagna me enviou um link muito interessante. Como fazer o endereçamento de cartas, ofícios, documentos, textos formais? Confira:

http://www.algosobre.com.br/cartas/formas-de-tratamento-como-se-dirigir-ao-destinatario.html

Faltou a forma de tratamento para os membros de famílias reais e imperiais que ainda existem e são muito importantes pelo mundo afora, inclusive no Brasil. Por exemplo, Suas Altezas Imperiais e Reais, os Príncipes Dom Luiz e Dom Bertrand de Orleans e Bragança.

_________________________

Olá Mestre,

Muito legal o post. Gostaria de sugerir também a leitura do Manual de Redação da Presidência da República. Contém informações interessantes sobre redação oficial, padrões de ofício, ortografia e gramática, pronomes de tratamento e muito mais conteúdo. Segue o link.

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/manual/index.htm

Um abracinho bem apertado.

Guilherme Medeiros.
Unidade Av. Rio Branco – Floripa.

 

sexta-feira, 6 de abril de 2012 | Autor:

Oi Mestre,
eu tive recentemente problemas na coluna cervical não tão sérios como uma hérnia de disco. O meu médico me indicou uma técnica francesa chamada Fisioterapia Articular Analítica – Concept Sohier.
A minha fisioterapeuta me disse que já tratou diversas pessoas com hérnia de disco e que após o tratamento, não foi mais necessária a cirurgia. Deixo aqui o link para quem se interessar:
http://www.fisioterapiaanalitica.com.br/

 

No site eles fornecem os seguintes endereços;

Salto: Rua Itapiru, 264 – Centro CEP: 13320-030
Telefones: +55 11 4029-4485
e-mail: cursos@fisioterapiaanalitica.com.br

Campinas: Rua Jesuíno Marcondes Machado, 2399
Jd. das Paineiras CEP: 13090-723
Telefone: +55 19 3253-7277

São Paulo: Rua Antonio Batuíra, 393
Praça Panamericana – Pinheiros
Telefone: +55 11 3031-9382

sexta-feira, 30 de março de 2012 | Autor:

Cada vez mais pessoas são diagnosticadas com hérnia de disco. O procedimento cirúrgico é invasivo, arriscado, caro e doloroso. Acima de tudo, os que se submetem à cirurgia e os que não o fazem, dez anos depois estão iguais. Por isso, os melhores ortopedistas desaconselham a cirurgia, a menos que seja absolutamente necessária.

Um dia escutei um senhor estusiasmadíssimo, comentando com um amigo que havia se submetido a um tratamento não-cirúrgico, apenas com a introdução de uma agulha. Disse ele: “Entrei com dor e sai sem ela. Já se passaram cinco anos e nunca mais senti dor.”

Como tenho alguns amigos com esse problema, fui ao Google e procurei informações sobre esse tratamento revolucionário. Descobri que já está no Brasil há mais de dez anos! Que 76% dos pacientes obtém bons resultados e 14% não. Parece ser bom, mas é caríssimo!

Se você precisar, procure informações pelo termo nucleotome ou terapia intradiscal eletro térmica.

quinta-feira, 10 de novembro de 2011 | Autor:

Enviado por Daniel De Nardi:

 

No dia 28/10, o Comendador DeRose esteve com os membros do Conselho Adminstrativo do Método para fazer a entrega formal da doação feita pelos instrutores do Método DeROSE ao GRAAC. Naquela visita, DeRose teve a oportunidade de conhecer o belíssimo trabalho feito no hospital dessa instituição que atinge níveis internacionais na recuperação de crianças com câncer.




sábado, 13 de agosto de 2011 | Autor:

Querido Dê!

Evito muito pedir ajuda, tanto a você quanto aos demais de nossa família, por entender que tudo aquilo que preciso é alcançável com esforço próprio. Hoje, porém, sinto que preciso muito pedir auxílio a todos.

Há tempos um casal de amigos meus passa por grandes dificuldades em seu lar. Sua filha, Isadora, tem câncer no cérebro. Depois que os médicos em Florianópolis perderam as esperanças, o casal conseguiu levá-la para São Paulo fazer tratamento no Sírio Libanês.

Isso, porém, é muito mais oneroso do que o orçamento deles permite, então começamos uma verdadeira maratona de solidariedade. Doações tem feito eles conseguirem manter a filha em São Paulo, fazer o tratamento etc. Mas torna-se cada vez mais difícil até mesmo quitar as despesas de hospedagem e alimentação.

Por isso, peço que divulgues aqui em seu blog.

Blog com informações e formas de ajudar:
http://forcaisadora.blogspot.com/

Página do Facebook atualizada diariamente:
https://www.facebook.com/groups/237551579608026/#!/groups/ajudeaisadora/

Muito obrigado, Dê, tudo que pudermos fazer para ajudar essa família fará uma grande diferença.

Caio Melo

__________________

Você fez muito bem em acionar a egrégora. O poder gregário existe para isso mesmo. Vou divulgar no blog, vou divulgar nas minhas aulas e vou fazer mentalizações em grupo pela Isadora. Conte comigo. DeRose.

Equipe de Desenvolvimento:

Daniel Cambría   |   Coordenação Geral https://www.facebook.com/danielcambria

Tiago Pimentel   |   Layout & Identidade Visual https://www.facebook.com/tiagopimentel https://www.flickr.com/designinabox

Alex William   |   Programação Visual (Front End) https://www.facebook.com/alex.brasileiro https://www.artinblog.com

Douglas Gonzalez   |   Programação Back End https://www.facebook.com/douglas.s.gonzalez

Visite o Office em facebook.com/officemetododerose