terça-feira, 8 de Maio de 2012 | Autor:
  Claus Haas
Enviado pelo Claus Haas em 19/01/2010 às 11:43

Este outro texto li no blog evoluindo-sempre.blogspot.com:

“Se pudéssemos sintetizar a população do mundo num pequeno vilarejo de 100 habitantes com as características do mundo atual, como seria?

Seria assim:

Haveria 57 asiáticos; 21 europeus; 14 americanos (norte, sul e centro) e 8 africanos. 52 seriam mulheres e 48 homens; seriam 30 brancos e 70 não brancos;

Trinta seriam cristãos e 70 não cristãos. Seriam 89 heterossexuais e 11 homossexuais. Seis pessoas possuiriam 59% das riquezas da vila, e todas elas seriam norte americanas.

Oitenta viveriam em casas sem condições de higiene. Setenta seriam analfabetos. Cinquenta seriam mal alimentados. Um estaria quase morrendo e outro quase nascendo. Um possuiria um computador. Um teria título ou curso superior (sim, somente um).

Considerando-se o mundo nesta perspectiva, está clara a necessidade de aceitarmos a todos de forma humana, educada e respeitosa.Consideremos também isto: Se acordamos hoje cheios de saúde, temos mais sorte que milhões de pessoas que não a têm.

Se nunca passamos pelas amarguras da vida; pela solidão, pela agonia da tortura, pelo desespero da fome; pelo enfado de viver, somos mais felizes que 500 milhões de habitantes deste mundo. Se podemos frequentar quaisquer espetáculos, sem ser ameaçados, presos, torturados ou mortos, temos mais sorte que 3 bilhões de pessoas do mundo.

Se temos alimentação em casa, roupas, um teto e um lugar para dormir, somos mais ricos que 75% dos habitantes deste planeta;

Se temos algum dinheiro no banco, na carteira, e uns trocados no bolso, estamos no meio dos 8% das pessoas mais bem aquinhoadas do mundo;

Se temos os nossos pais ainda casados e vivos, somos pessoas raras.

Se podemos ler esta mensagem, não nos encontramos entre os 2 bilhões de pessoas que não aprenderam a ler.

Alguém já disse:
Trabalhe como quem não precisa de dinheiro।
Ame como se ninguém o tivesse feito sofrer.
Dance como se ninguém o estivesse olhando.
Cante como se ninguém o estivesse ouvindo.
Viva como se o paraíso fosse aqui na Terra.
Faça com que o dia de hoje seja um dia maravilhoso.
E assim É.”

Depois de ler tal texto me ocorreu mais uma vez de como sou privilegiado por estar na companhia de pessoas cultas e pró-ativas, cujo convívio nos faz crescer e evoluir.

E também de como é importante levarmos estes conceitos para o resto mundo, para que todas as pessoas possam ter as mesmas chances e oportunidades…

Interessante, não?

Abraços. Claus Haas.

___________________________

  Thiago Duarte

Que texto bem bom esse.

Há um video que tem parte dessas informações. É bem tocante e mostra nossa capacidade de ajudar.

http://thiagoduarte.tumblr.com/post/226014415/via-masilvapaz

Tenho uma frase de um grande pensador:

Muito perde quem nada tem: a oportunidade de dar.
DeRose

Leia mais »

sexta-feira, 25 de novembro de 2011 | Autor:

Mestre, falando em alimentação, hoje encontrei o vídeo que envio sobre o mau uso de agrotóxicos no Brasil. O texto é da jornalista Lúcia Freitas:

“Já há algum tempo existe a Campanha Agrotóxico Mata. Organizada por diversas entidades, a ideia é chamar a atenção da população para o mau uso de agrotóxico no Brasil.
A história chamou a atenção do cineasta Sílvio Tendler depois de uma conversa com Eduardo Galeano. O resultado é um filme de 50 minutos (abaixo) em que ele conta a história destes produtos no Brasil – o país do mundo que mais consome agrotóxicos: 5,2 litros/ano por habitante. Muitos desses herbicidas, fungicidas e pesticidas que consumimos estão proibidos em quase todo mundo pelo risco que representam à saúde pública.

Com narração de Amir Haddad, Dira Paes, Julia Lemmertz e Caco Ciocler, o documentário tem cerca de 50 minutos e denuncia as consequências negativas do uso dos venenos na produção de alimentos, tanto para a saúde dos trabalhadores que os aplicam quanto para os consumidores, e os malefícios econômicos, sociais e ambientais advindos desse modelo de agricultura. Como contraponto à ideia de que esses produtos são fundamentais para produzir, o filme também mostra exemplos de pequenos agricultores que produzem alimentos saudáveis e abundantes por meio da agroecologia.”

O veneno está na mesa:

Um abraço forte!

Lu

Unidade Centro Cívico — Curitiba — PR
http://www.derosecentrocivico.org

httpv://youtu.be/8RVAgD44AGg

segunda-feira, 7 de Março de 2011 | Autor:

Mestre querido
Gostaria de compartilhar com a egrégora que neste mês acontecerá a Hora do Planeta, o maior ato simbólico mundial contra o aquecimento global.

Hora do Planeta
O que é?A Hora do Planeta é um ato simbólico, promovido no mundo todo pela Rede WWF, no qual governos, empresas e a população demonstram a sua preocupação com o aquecimento global, apagando as suas luzes durante sessenta minutos.
Quando?Sábado, dia 26 de março, das 20h30 às 21h30. Apague as luzes para ver um mundo melhor. Hora do Planeta 2011.
Onde?No mundo todo e na sua cidade, empresa, casa… Em 2010, mais de um bilhão de pessoas em 4616 cidades, em 128 países, apagaram as luzes durante a Hora do Planeta. Em 2011, a mobilização será ainda maior.
Vídeo oficial:http://www.youtube.com/watch?v=n8Zz4rWc7hs&feature=player_embedded

Vamos todos apagar as luzes também e mostrar o poder da ação efetiva!!!

Beijos com carinho
Raíssa Veneziani R. RochaChêla – Unid. SJCampos

quarta-feira, 14 de julho de 2010 | Autor:

“A situação era abominável. Montanhas de cadáveres enchiam as ruas [de Marseille] . Os échevins (administradores da cidade), Bispo Belsunce e Chevalier De Rose (que libertou os prisioneiros das masmorras para enterrar os mortos), compartilharam uma grande coragem e fizeram o que puderam, mas um terço ou até a metade da população pereceu. A Europa estava terrivelmente apavorada.”

Fonte: http://www.cbmh.ca/index.php/cbmh/article/view/112/111

terça-feira, 2 de Março de 2010 | Autor:

Oi Mestre!

O mapa indica quantas pessoas nascem e morrem no mundo e em cada país a cada instante, indica a população de cada nação e as emissões de CO2. Basta colocar o cursor em cima.

http://www.breathingearth.net/

Um forte abraço

Danilo Chencinski
Instrutor da unidade Vila Mariana, São Paulo, Brasil
Leia mais »

Equipe de Desenvolvimento:

Daniel Cambría   |   Coordenação Geral https://www.facebook.com/danielcambria

Tiago Pimentel   |   Layout & Identidade Visual https://www.facebook.com/tiagopimentel https://www.flickr.com/designinabox

Alex William   |   Programação Visual (Front End) https://www.facebook.com/alex.brasileiro https://www.artinblog.com

Douglas Gonzalez   |   Programação Back End https://www.facebook.com/douglas.s.gonzalez

Visite o Office em facebook.com/officemetododerose