sexta-feira, 23 de março de 2012 | Autor:

ÔM é o símbolo universal do Yôga, para todo o mundo, todas as épo­cas e todos os ramos de Yôga. No entanto, cada Escola adota um tra­çado particular que passa a ser seu emblema. Uns são mais corretos, outros menos; uns mais elegantes, outros nem tanto; e alguns são inici­áticos, outros, profanos. Isto pode ser percebido por um iniciado pela simples observação da caligrafia adotada, ou então prestando atenção no momento em que o símbolo é grafado.
Leia mais »

quarta-feira, 21 de março de 2012 | Autor:

Mantra

Vocalização de sons e ultrassons

 

Mantra pode-se traduzir como vocalização. Compõe-se do radical man (pensar) + a partícula tra (instrumento). É significativa tal construção semântica, já que o mantra é muito utilizado para se alcançar a “supressão da instabilidade da consciência” (chitta vritti nirôdhah), denominada meditação, a qual consiste na parada das ondas mentais.

Mantra pode ser qualquer som, sílaba, palavra, frase ou texto, que detenha um poder específico. Porém, é fundamental que pertença a uma língua morta, na qual os significados e as pronúncias não sofram a erosão dos regionalismos, modismos e outras alterações constantes por causa da evolução da língua viva.

Leia mais »

terça-feira, 20 de março de 2012 | Autor:

Karma coletivo e egrégora

Amigo de todo mundo não é amigo de ninguém.
Schopenhauer

Egrégora provém do grego egrégoroi e designa a força gerada pelo somatório de energias físicas, emocionais e mentais de duas ou mais pessoas, quando se reúnem com qualquer finalidade. Todos os agrupamentos humanos possuem suas egrégoras características: todas as empresas, clubes, religiões, famílias, partidos etc.

Egrégora é como um filho coletivo, produzido pela interação “genética” das diferentes pessoas envolvidas. Se não conhecermos o fenômeno, as egrégoras vão sendo criadas a esmo e os seus criadores tornam-se logo seus servos, já que são induzidos a pensar e agir sempre na direção dos vetores que caracterizaram a criação dessas entidades gregárias. Serão tanto mais escravos quanto menos conscientes estiverem do processo. Se conhecermos sua existência e as leis naturais que as regem, tornamo-nos senhores dessas forças colossais. Leia mais »

segunda-feira, 19 de março de 2012 | Autor:

Karma individual e karma coletivo

 

O karma individual é o denominador comum entre os diversos karmas coletivos que atuam sobre nós o tempo todo, desde antes de nascermos até depois de morrermos.

Os karmas coletivos nos são impostos por herança, em função da família à qual pertençamos[1], do local em que nascemos, nossa nação, cidade, bairro, etnia, religião etc. Ou por opção, como esporte, profissão, arte, política, filosofia e outros.

Quantos karmas coletivos atuam sobre nós? Um número indeterminado, porém, certamente, incomensurável. E, como eles atuam sobre nós? Leia mais »

segunda-feira, 8 de agosto de 2011 | Autor:

Dentro do tema liderança, este vídeo mostra como a liderança pode ser importante, mas também como aqueles que tomam a iniciativa de estar próximos ao líder são igualmente importantes, pois mostram aos demais como ir adiante, transformando um ato isolado em um movimento.

http://www.ted.com/talks/lang/por_br/derek_sivers_how_to_start_a_movement.html

Abraços!

___________________

Interessante o conceito exposto no vídeo, de que ninguém quer começar a seguir uma ideia ou comportamento com medo de se expor às críticas, mas, depois, quando passa a haver muitos seguidores, todos aderem a essas mesmas ideias ou comportamentos  com medo de se expor às críticas por ter ficado de fora . Veja no vídeo como as pessoas saem correndo, entusiasmadas, para participar.

Já dizia Napoleão: “Deus está do lado dos grandes exércitos.”

Isso é um alerta para que valorizemos a importância de sermos muitos, de a nossa família ser tão grande e estar em tantos países. Vamos trazer os amigos para praticar. Vamos aumentar o contingente de cada escola. Vamos formar mais e melhores instrutores para espargir esta linda proposta pelo mundo. Juntos somos mais fortes do que cada um separadamente. A força está na união; na desunião, a fraqueza. Os predadores, para vencer, separam a presa dos demais membros do grupo. Não deixe que os predadores afastem você da segurança do poder gregário.

terça-feira, 12 de janeiro de 2010 | Autor:
  

Emanuel maia ruivo

Olá Mestre,

Gostava de compartilhar este video, que me foi enviado por um aluno meu (obrigado Paulo) e mostra maravilhosamente o sentimento gregário. A diferênça entre competição e cooperação. Assim a meta tem mais força.

Aqui vai o link.

http://www.youtube.com/watch?v=lD35EXkAHW0

Um forte Abraço,

Manu
Porto

Emocionante, comovente. Essa é a nossa História. Foi exatamente assim que a Uni-Yôga começou e essa é a nossa filosofia até hoje. Há 40 anos éramos mais deficientes e descapacitados que os meninos do link. Mas todos juntos, apoiando-nos uns aos outros, chegamos ao que somos hoje. É importante não esquecermos nem perdermos esses valores. Obrigado, Manu, por compartilhar.

Leia mais »

sexta-feira, 9 de outubro de 2009 | Autor:

Sugestão aos instrutores e Diretores:

Quando algum candidato visitar a sua escola, mas residir ou trabalhar próximo a outra unidade, recomende a escola do colega. Se o interessado mora longe, ainda que se matricule, acabará parando de frequentar as aulas. Contudo, se você o envia ao colega e o colega retribui enviando outro candidato a você, cada qual ficará com alunos fidelizados por muito mais tempo.

A prática de indicar colegas em outros bairros da mesma cidade, ou em outras cidades e mesmo em outros países fez com que hoje uma média de 20% dos alunos das unidades credenciadas sejam de clientes enviados por outros instrutores da rede. Vinte por cento não é pouco. Calcule que para cada cem alunos isso equivaleria a cerca de vinte inscrições. Temos vários casos de praticantes que se mudaram de cidade, de estado e de país várias vezes em função do trabalho e continuaram conosco. Outros, que viajam muito, praticam em dois ou três países regularmente. Se não fosse a estrutura de rede e a política de apoio recíproco, eles estariam praticando outra modalidade. Mas assim como você remete ao colega, o colega remete a você e todos ficam felizes, principalmente o aluno que com isso sente que está praticando em uma grande entidade internacional em que todos os instrutores seguem o mesmo Método e manifestam o mesmo carinho.

Isso é Poder Gregário! Graças a ele crescemos e prosperamos. Valorizemos a nossa União. Ela é um case de sucesso, único no mundo.

 

 

 

juliarodrigues

Realmente bom lembrarmos sempre disso.
Ao seguir esta recomendação, teremos a certeza que indicaremos o trabalho de profissionais tão bem preparados quanto os da nossa própria escola e ainda reforçaremos a imagem de profissionalismo e seriedade do Método.
Além disso o aluno que seria potencial evasão por questões logísticas de deslocamento e tempo poderá se tornar um membro bem participativo da egrégora da cidade. O que acaba sendo bom também para a escola que o indicou para um colega próximo.
Ganharemos todos com isso! Principalmente o aluno
Beijo Mestre!

Leia mais »

Equipe de Desenvolvimento:

Daniel Cambría   |   Coordenação Geral https://www.facebook.com/danielcambria

Tiago Pimentel   |   Layout & Identidade Visual https://www.facebook.com/tiagopimentel https://www.flickr.com/designinabox

Alex William   |   Programação Visual (Front End) https://www.facebook.com/alex.brasileiro https://www.artinblog.com

Douglas Gonzalez   |   Programação Back End https://www.facebook.com/douglas.s.gonzalez

Visite o Office em facebook.com/officemetododerose