terça-feira, 11 de outubro de 2011 | Autor:

Enviado pelo instrutor Fretta:

Percepção, paradigmas e a sorte…

É muito difícil prestar atenção em todas as informações ao nosso redor. Somos bombardeamos com informações o tempo todo, e só vemos, realmente, aquilo que de fato nos interessa.

A mente portanto realiza um processo de foco consciente em determinados aspectos de nossa realidade, mas pode também capturar inconscientemente muitas outras informações.

Infelizmente, muito de nosso sucesso em realizar atividades, desenvolver habilidades e memorizar fatos é realizado no nível consciente, que precisa de foco.

Preste atenção neste vídeo, e observe um grupo de homens e mulheres brincando com uma bola de basquete.

Agora continue a leitura e você ficará surpreendido com este explanação:

No livro A arte da inovação, de Ton Kelley, o autor diz que deveríamos agir todos os dias como se viéssemos de outro país, ou seja, ficarmos atentos ao que acontece ao nosso redor. No dia a dia, costumamos colocar uma espécie de venda nos olhos, e escolher sempre os mesmos caminhos, raramente parando para olhar em volta. Mas com um viajante em um país desconhecido, você vê o mundo com novos olhos, novos paradigmas e aumenta muito a intensidade de suas experiências. Antenado em tudo ao seu redor, você encontra coisas fascinantes a cada esquina.

Mesmo em nossas cidades devemos sempre olhar para as oportunidades ao nosso redor, e isso exige bastante esforço. Temos que nos reeducar, e mesmo assim perdemos informações que estão bem diante do seu nariz.

Se você assistiu o vídeo, poderá saber o número de vezes que o time de camisa branca passou a bola, mas não tem a menor ideia de que uma pessoa vestida de urso passou pela tela andando como se estivesse na lua.

Da próxima vez, que você for a um local bastante conhecido por você, como um shopping do seu bairro, observe os detalhes que normalmente são invisíveis nas lojas ou cafés, percebe os aromas, as texturas das paredes, as cores do ambiente, as maneira como os vendedores abordam seus clientes, você vai ficar impressionado com a quantidade de informação que pode absorver.

Que tal, fazer isto, observar mais os detalhes ao seu redor para melhorar a decoração da sua Unidade, ou da sua casa?Desenvolvendo várias percepções olfativas, sonoras e visuais, para que as pessoas tenham experiência indescritíveis junto à você.

Oi ainda, estando mais apto as oportunidades que estão estão o tempo todos nos rodeando.

Tina Seelig, em seu livro: Se eu soubesse aos 20…. tem um conceito para sorte que eu concordei plenamente: o que ela chama de sorte é o fato de que, se as pessoas estiveram mais ligadas nas situações cotidianas, podem tirar vantagem das oportunidades do acaso. Em vez de se guiarem por uma linha reta, prestam atenção no que acontece ao seu redor, tirando maior proveito das circunstâncias.

Segundo a autora, pessoas de sorte são também as mais flexíveis e abertas a novas possibilidades e sempre se dispõe a fazer coisas novas.

Pessoas de sorte também custumam ser otimistas e esperar sempre o melhor de tudo, o que faz com que a profecia se torne autorrealizável, porque, mesmo quando as coisas não acontecem como esperado, pessoas com sorte encontram alguma maneira de extrair algo de positivo daquilo, mesmo nas piores situações.

Resumindo, ser observador, amigável, otimista e ter a mente aberta atrai a sorte.

Para mim, nada melhor do que o esforço, para atrair a sorte, quanto mais eu me esforço, mais eu tenho sorte…

Ou ainda, uma das minhas frases favoritas: “Sorte é o acontece quando a competência encontra a oportunidade”. Não sei o autor, você lembra?

Beijos do Fretta

sábado, 13 de agosto de 2011 | Autor:

Querido Dê!

Evito muito pedir ajuda, tanto a você quanto aos demais de nossa família, por entender que tudo aquilo que preciso é alcançável com esforço próprio. Hoje, porém, sinto que preciso muito pedir auxílio a todos.

Há tempos um casal de amigos meus passa por grandes dificuldades em seu lar. Sua filha, Isadora, tem câncer no cérebro. Depois que os médicos em Florianópolis perderam as esperanças, o casal conseguiu levá-la para São Paulo fazer tratamento no Sírio Libanês.

Isso, porém, é muito mais oneroso do que o orçamento deles permite, então começamos uma verdadeira maratona de solidariedade. Doações tem feito eles conseguirem manter a filha em São Paulo, fazer o tratamento etc. Mas torna-se cada vez mais difícil até mesmo quitar as despesas de hospedagem e alimentação.

Por isso, peço que divulgues aqui em seu blog.

Blog com informações e formas de ajudar:
http://forcaisadora.blogspot.com/

Página do Facebook atualizada diariamente:
https://www.facebook.com/groups/237551579608026/#!/groups/ajudeaisadora/

Muito obrigado, Dê, tudo que pudermos fazer para ajudar essa família fará uma grande diferença.

Caio Melo

__________________

Você fez muito bem em acionar a egrégora. O poder gregário existe para isso mesmo. Vou divulgar no blog, vou divulgar nas minhas aulas e vou fazer mentalizações em grupo pela Isadora. Conte comigo. DeRose.

domingo, 15 de maio de 2011 | Autor:

No curso que dei no sábado, dia 14 de maio de 2011, contei com 181 inscritos em sala de aula. Foi tanta gente que os organizadores providenciaram telões para que os alunos pudessem enxergar bem o que eu fosse escrevendo no quadro-negro. Mérito de todos, mas organização da Gabi Santermer, autora do livro El éxito organizado – Como organizar eventos. Pelo visto, seu livro funciona e muito!

Os argentinos estão de parabéns, pois conseguiram inscrever em um curso meu o maior número de alunos deste ano. E nem são tantas escolas. Em todo o país temos 8 unidades. Portanto, se dividíssemos em números iguais, teríamos 22,6 inscritos enviados de cada unidade. Mas como os números não são iguais, algumas escolas enviaram mais de 30 alunos e instrutores.

VINTE OU TRINTA inscritos por escola! Imagine isso. Imagine esse engajamento, esse coeficiente de participação em São Paulo ou em Portugal! Em Portugal, daria mais de 200 inscritos; e em São Paulo, mais de 400!

Ainda bem que vivi para ver isto.

Há duas formas de demonstrar respeito e carinho pelo ministrante. Uma é a alta remuneração. A outra é o elevado número de participantes. Estou muito feliz, porque este ano testemunhei as duas opções.

Agora, não sei se me mudo para Londres ou Paris, ou se vou morar em Buenos Aires, a Paris das Américas!

_______________

À noite, fomos assistir o Grupo de Coreografia apresentando-se no teatro. Eles se apresentam todas as semanas!!! Estão ensaiadíssimos, com ásanas espetaculares. Merecem todo o nosso apoio. Por que você não os convida para se apresentarem em um teatro da sua cidade? Seria um grande reconhecimento pelo esforço e dedicação deles.

_______________

Maestro querido! Que orgullo de mi egrégora porteña!
Te dejo un link para que puedas ver las fotos del curso de ayer.

https://picasaweb.google.com/natalia.sanmartin/CursoMeditacionYAutoconocimiento#

Y mis besos más apretados y cariñosos!

_______________

No curso de domingo, exclusivo para instrutores, incrivelmente, dos instrutores de todo o país, só dois deixaram de comparecer!  A Federação tem 63 instrutores e compareceram 61. A sala estava lotada, todos com olhinhos brilhantes, sorrisos amorosos e muito interesse no que eu tinha para ensinar. Depois do curso, que durou mais de cinco horas sem intervalo, ainda não queriam ir embora. Ficamos conversando na sala de aula, comendo uns sanduíches de “queso y tomate” como só os argentinos sabem fazer, contando coisas engraçadas e aplicando umas massagens miraculosas no ministrante (fisicamente cansado, mas interiormente feliz).

_______________

Fizemos uma noite de autógrafos do meu livro Método de Boas Maneiras. Embora o livro esteja escrito em português, vendeu mais exemplares do que em muitas cidades do Brasil. Esse ímpeto de participação dos Argentinos me impressiona vivamente.

_______________

Tivemos uma conversa com os alunos da Unidade do Daniel Fersztand: havia CINQUENTA alunos presentes. Não me lembro de nenhuma outra conversa com alunos em que os Diretor tivesse motivado tantos alunos a comparecer. Todos jovens, perfis, atentos, sorridentes, inteligentes e ninguém saiu até o final, duas horas depois. Alguns alunos vieram conversar e demonstraram interesse em formar-se instrutores do Método DeRose, o que me fez muito feliz. A equipe da escola me conduziu a uma sala reservada onde havia uma linda mesa de jantar posta para que comêssemos, eu a Fée, o Edgardo, a Yael e a equipe da unidade. Comida deliciosa, conversa descontraída, amigos de verdade.

_______________

Mestre! Quería dejarte aquí el link a un video de Youtube, con un extracto de las fotos de este final de semana increíble, registrando el lanzamiento del libro <b><i>Método de Boas Maneiras</i></b>, tu maravilloso curso del sábado y la presentación del Grupo SwáSthya.

Te mando besos gigantes y abrazos apretados llenos de cariño!
Natalia – Buenos Aires

 

quinta-feira, 31 de março de 2011 | Autor:

Conseguimos um relevante upgrade ao passar o nosso Festival de Floripa para o Costão do Santinho. Vamos mostrar que estamos todos orgulhosos disso e vamos mostrar que merecemos o esforço do organizador. Nada de se hospedar em casa de amigos. Vamos todos ficar juntos. Vamos dar mais um passo na direção do conforto que merecemos. Vamos cultivar o refinamento a que me refiro nos meus cursos e no livro Método de Boas Maneiras. Vamos reforçar a quinta característica: fiquemos todos juntos no Costão!

________________

Pois é, Mestrão.

Há muito tempo você vem insistido para que o Festival de Floripa se realizasse ao Costão do Santinho. Um pouco por achar que o nosso pessoal não fosse aderir, outro tanto para não precisar mudar, protelamos por alguns anos a troca de hotel.

Você continuou instigando-nos e finalmente tomamos coragem para fazer o upgrade. E só quando fizemos uma visita técnica no ano passado é que identificamos a dimensão da mudança que estávamos perpetrando. Um câmbio de conforto, infraestrutura, lazer e público. É outra coisa! E só os que hospedarem-se no Costão poderão metabolizar esta mudança de paradigma.

Mais uma vez confirma-se o axioma número zero: o Mestre sempre tem razão.

Beijojó

________________

Mestre, foi uma excelente idéia a mudança do Festival para o Costão do Santinho Resort. Digna de nosso métier. Tanto que, mesmo aqui em Floripa os alunos estão optando por ficarem no hotel, devido ao baixo custo com excelente estrutura, qualidade e conforto oferecido pelo Costão.
Grande abraço Mestrão! Felipe L. Godinho

________________

Também amei a idéia do Costão do Santinho, o local é maravilhoso. Já tive a oportunidade de me hospedar lá quando morei em Floripa. Estava decidida que este ano não iria ao Festival de Floripa para guardar grana para um outro do qual ainda não tivesse participado. Mas quando vi a troca para o Costão, foi impossível resistir! E a minha reserva, e tudo mais já deixei paga quando estive este fim de semana em Curitiba. Agora é juntar euro para Portugal!
Bjs
Regina

segunda-feira, 19 de abril de 2010 | Autor:

Muita gente escreveu comentários lisonjeiros sobre o meu esforço, viagens, aulas, noites de autógrafos etc. No entanto, eu preciso repartir com você que, na verdade, a grande regente de toda essa orquestra é a Fernanda.

Você não tem ideia do que a Fée tem feito para que tudo corra bem, para que eu consiga honrar os compromissos, para que eu não me estresse, para que não me canse. Ela ainda realiza reuniões, ministra aulas, organiza agenda, dá monitoria, preocupa-se com as pessoas, providencia a compra de passagens em tempo hábil, sugere soluções, administra pessoas, dá risadas, confere contas e mais um sem-número de ações em minúcias e em grande escala.

Para lhe dar uma pálida ideia do que a Fée representa neste panorama, basta lhe dizer que se ela não estivesse aqui ao meu lado, eu já teria parado de viajar, há muito tempo. Ela é que é uma guerreira incansável.

Leia mais »

sexta-feira, 7 de agosto de 2009 | Autor:

Parabéns, pelo engajamento, aos colegas Sónia Saraiva (de Paris), Carlo Mea (de Roma) e Ricardo Soares (de Lisboa) que estão fazendo estágio de Diretor na Sede Central em São Paulo. Eles também participaram do evento Matando um leão por dia e vão participar do Festival Internacional de Yôga de São Paulo. Fico comovido com esse esforço e boa vontade. Carlo é candidato a ter uma Federação na Itália, futuramente, quem sabe, reconhecida pela Uni-Yôga.

Foi muito bom terem vindo, pois pudemos conversar e eles descobriram algumas sutilezas sobre o nosso trabalho, proposta, missão e cuidados que não se conseguem transmitir por informativo nem por outro meio que não seja o tête-à-tête.

Leia mais »

terça-feira, 24 de março de 2009 | Autor:

Hoje quero homenagear um jovem instrutor que tem demonstrado elogiável capacidade de trabalho, caráter admirável, um vencedor que serve como modelo de competência e de sucesso a muitos alunos e a novos instrutores. Conhecido e admirado em todo o Brasil, já tem seu nome mencionado em outros países como exemplo de inteligência, boa educação, boa índole e merecedor das tantas amizades sinceras que lhe devotam carinho.

Conheço Heduan há vários anos e a cada dia sinto mais admiração por esse jovem promissor que tem demonstrado lealdade, fidelidade e boa têmpera. Sem dúvida, muito do seu valor proveio da herança cultural, da educação do berço, da sua família. Mas outro tanto deve ser creditado ao seu esforço pessoal, estudo e trabalho sério que vem desenvolvendo em Curitiba.

Ao Heduan, nosso reconhecimento, admiração e afeto.

Leia mais »

Equipe de Desenvolvimento:

Daniel Cambría   |   Coordenação Geral https://www.facebook.com/danielcambria

Tiago Pimentel   |   Layout & Identidade Visual https://www.facebook.com/tiagopimentel https://www.flickr.com/designinabox

Alex William   |   Programação Visual (Front End) https://www.facebook.com/alex.brasileiro https://www.artinblog.com

Douglas Gonzalez   |   Programação Back End https://www.facebook.com/douglas.s.gonzalez

Visite o Office em facebook.com/officemetododerose