segunda-feira, 17 de janeiro de 2011 | Autor:

Agradeço aos amigos, alunos, instrutores e leitores do nosso blog que reagiram com Ritmo DeRose, tomando providências para apoio à Defesa Civil, conforme consta abaixo:

………………….

Mestre, seguimos com os esforços para reunir doativos. Vão aqui mais três dicas importantes:

– Tornem-se seguidores no Facebook de #minhaajudasuacasa. Conheço alguns integrantes do grupo, que já juntou mais de 200 toneladas de donativos no Parque das Patins, na Lagoa. Eles têm enviado constantemente atualizações sobre o que é mais importante doar. Os últimos pedidos incluem água, material de limpeza, kits de primeiros socorros e seus componentes (gaze, esparadrapo, bandagens etc.), descartáveis (copos, talheres, pratos).

– Para quem quer doar dinheiro: a Fundação Vale se comprometeu a doar R$2,00 para cada R$1,00 depositado na conta abaixo:
Banco do Brasil (001)
Titular: Fundação Vale
Agencia: 1755-8
Conta: 6484-6
CNPJ: 33.896.291/0001-05

– Rações para gatos e cachorros! Vejam a notícia no link, é de partir o coração. http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2011/01/18/canis-com-mais-de-700-cachorros-ilhados-sofrem-com-falta-de-comida-e-medicamento-em-nova-friburgo.jhtm

As Unidades do Rio continuam a receber as doações. E é essencial lembrar que as cidades continuarão a precisar de muita ajuda, mesmo depois de passado este período crítico e a grande atenção da mídia.

Beijos!

Bruno

____________________

Em apoio a iniciativa da Federação do Método DeROSE de São Paulo iniciamos a camapanha de arrecadação aqui na sede Pinheiros também.

Eis o comunicado que enviamos ao alunos:

Clique na imagem para ampliá-la.

____________________

Oi Mestrinho

Aqui no sul nos mobilizamos também e estamos recebendo doações em toda Porto Alegre.
Enviaremos a Cruz Vermelha, que se encarregará de enviar ao Rj.

Foi pela iniciativa da Federação de SP que tomamos a frente pela Federação do RS para ajudarmos também por aqui.

Quem for da cidade ou do Estado pode passar na Federação, sediada na Rua Ramiro Barcelo, 1800, Unidade Rio Branco e fazer sua doação.

Bjinhos
Che

____________________

Querido Mestre.

Nossa Escola está iniciando também uma mobilização junto à Federação para ajudar as vítimas da tragédia do Rio, e gostaria de disseminar essa campanha por toda a Rede.

Se cada Escola ajudar, seremos um exército em prol dessas pessoas tão necessitadas nesse momento terrível de perda de todos os bens materiais, mas principalmente de muitos familiares.

Envio abaixo o artigo escrito pela Instrutora Mila Bocchese, da Unidade Kobrasol, chamando a todos para mais esta ação efetiva.

Um forte abraço.

DeBona

—————–

Queridos amigos e colegas.

Não gostaríamos de estar enviando este e-mail logo no início de um novo ano, mas infelizmente a situação pede que nós, Instrutores e alunos do Método DeRose, descruzemos os braços e façamos algo para ajudar as vítimas da tragédia do Rio de Janeiro neste momento tão sofrido.

Não só por perdas materiais, mas principalmente pela quantidade imensa de parentes, amigos, conhecidos e vizinhos que todos perderam nesta tragédia que chegou de surpresa na escuridão da noite carioca.

Recentemente nosso Estado também foi assolado por um cataclismo similar e recebemos muita ajuda de todo o País. Agora é nossa vez de contribuir. Sozinhos não somos ninguém , mas juntos podemos ajudar muitas pessoas.

Leve até a Unidade do Método DeRose mais próxima alimentos não perecíveis, água potável, material de limpeza, higiene pessoal e roupas, para que possamos enviar para o Rio e ajudar nossos irmãos que passam por necessidades.

Vamos agir rápido, no Ritmo DeRose, para que essas pessoas voltem a sorrir o mais breve possível, apesar das perdas irreparáveis.

Se quiser algo que lhe faça mover-se mais rápido para ajudar, entre neste link:
http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/fotos/2011/01/veja-fotos-dos-estragos-causados-pela-chuva-no-rj.html

Um grande beijo.

Intrª. Mila Bocchese
http://www.MetodoDeRoseKobrasol.org
veja-fotos-dos-estragos-causados-pela-chuva-no-rj.html

___________________

Olá querido!

Em meio a esse cenário de tristeza, estamos juntando as energias para colaborar… seja dando apoio a alguns alunos que tiveram suas casas na serra danificadas e conhecidos entre os desaparecidos, seja através da ação propriamente efetiva.

Dessa forma, já nos organizamos nas escolas para facilitar a entrega de donativos aos desabrigados.

Inclusive, nossa aula aberta na Lagoa Rodrigo de Freitas (havendo condições meterológicas para isso) neste domingo às 9h30, também será um ponto de arrecadação.

Segue cópia do e-mail enviado a todo da Federação do RJ.

Solidariedade com os desabrigados da Região Serrana do Rio

Vários orgãos governamentais estão recolhendo doações para ajudar as vítimas das chuvas na Região Serrana do Rio de Janeiro.
A intenção é arrecadar alimentos não-perecíveis, água, roupas, roupas de cama e banho, colchonetes para serem doados aos mais de 14.000 desabrigados.

Para facilitar isso as escolas do Método DeRose no Rio receberão esses donativos e entregarão no posto de coleta mais próximo. Basta passar em uma das nossas escolas para encaminhar a sua colaboração:

Copacabana – Av. Nossa Senhora de Copacabana, 583 / 306 2255-4243
Downtown – Av. das Américas, 500 Bl. 9, Cob. 311 – Barra da Tijuca – 2493-2585
Leblon – R. Dias Ferreira, 259 – Cob. – 2259-8243

Contamos com a sua ajuda!
Obrigado,
Equipe do Método DeRose no RJ
http://www.MetodoDeRoseRJ.com

Aproveito para agradecer as iniciativas que já estão acontecendo por parte das outras Federações e pedir a colaboração de todos nessa que já se configura, infelizmente, como a pior tragédia climática acontecida no nosso país.

Esse é um momento especial para exercemos nossa cidadania e solidariedade!

Beijinhos com todo carinho,
Aninha

__________________

Oi Mestrinho, encaminho aqui o site da Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo que receberá donativos para as vítimas das chuvas na região serrana do Rio de Janeiro e nos municípios paulistas também afetados pelas enchentes.

Como nossa egrégora segue seu exemplo em fazer acontecer e no ritmo DeRose, peço a gentileza da divulgação.

Obrigada e grande beijo

http://www.desenvolvimentosocial.sp.gov.br/sis/lenoticia.php?id=997

__________________

Oi Mestrão,

S.O.S – Rio de Janeiro

Olá queridos amigos, estamos iníciando uma Campanha de auxilio ao desastre do estado do Rio de Janeiro.

A partir de hoje 15 de janeiro, estamos colocando a Federação de São Paulo do Método DeROSE como posto de arrecadação de alimentos não perecíveis, roupas e água potavel.

Um grande beijo.

Thiago Arruda
Alameda Jauaperi 1245 – Moema/SP

__________________

Locais que estão recebendo doações:
Cruz Vermelha – Praça da Cruz Vermelha, 10 – Centro do Rio.
Estão sendo arrecadados: água mineral, alimentos de pronto consumo (massas e sopas desidratadas, biscoitos, cereais), leite em pó, colchões, roupa de cama e banho e cobertores.

Prefeitura de Petrópolis – Igreja Wesleyana; Igreja de Santa Luzia; Sede da Secretaria de Trabalho, Ação Social e Cidadania.

Os três postos arrecadam doações de água, colchões e materiais de limpeza e higiene pessoal.

Prefeitura de Teresópolis – Ginásio Pedrão – Rua Tenente Luiz Meirelles, 211 – Várzea.

Estão sendo arrecadados: alimentos, roupas, cobertores, colchonetes e itens de higiene pessoal.

Uma conta corrente também recebe doações para ajudar as famílias atingidas pelo temporal. Nome da conta: “SOS Teresópolis – donativos”.

Agência: 0741 (Banco do Brasil) – Conta: 110000-9.

Rodovia BR-040 – Concer – Praças de pedágio da BR-040 situadas em Duque de Caxias (km 104), Areal (km 45) e Simão Pereira (km 816), além da sede da empresa (km 110/JF, em Caxias).

A Concer pede que sejam doados, preferencialmente, água mineral, produtos de higiene pessoal e de limpeza, roupas de cama, mesa e banho, além de colchonetes. Nas praças de pedágio, as doações podem ser entregues nos postos do serviço de informação ao usuário da rodovia, que funcionam de segunda a segunda, 24 horas por dia.

Hemorio – Rua Frei Caneca, 8 – Centro do Rio – Das 7h às 18h.

O Hemorio pede que as pessoas doem sangue para as vítimas das chuvas. Os estoques estão quase zerados. Friburgo e Teresópolis solicitaram 300 bolsas, mas o Hemorio não tem como atender.

Pode doar sangue quem tiver entre 18 e 65 anos, mais de 50 quilos e estiver bem de saúde. Basta levar um documento oficial de identidade com foto.

Informações e agendamento pelo disque sangue 0800-282-0708.

Supermercados – Grupo Pão de Açúcar

Postos de coleta foram montados pela empresa em todas as suas 100 lojas das redes Pão de Açúcar, ABC Comprebem, Sendas, Extra e Assaí, em todo o estado Rio de Janeiro para que os clientes possam cooperar com doações de alimentos não perecíveis, roupas e cobertores. A ação acontece até o dia 26 de janeiro.

Polícia Rodoviária Federal – Ver postos abaixo.

Maior necessidade é por água, leite em pó, materiais de higiene e limpeza e colchões.

Postos da PRF que receberão doações:

BR-116: KM 133 (Doações 24 horas)
BR-101: KM 269 (Doações 24 horas)
BR-040: KM 109 (Doações das 8h às 17h)
BR-116: KM 227 (Doações das 8h às 17h)
Rodoviária Novo Rio – Avenida Francisco Bicalho, 1 – Santo Cristo.
A Rodoviária Novo Rio recebe doações para a Cruz Vermelha. Os donativos são recebidos no embarque inferior, das 9 às 17 horas.
Polícia Militar – Todos os batalhões da Polícia Militar do estado serão centros de recepção de doações.
Comandantes dos batalhões recomendam que sejam doados água mineral, alimentos não perecíveis e material de higiene pessoal.

Fonte: http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2011/01/veja-como-ajudar-vitimas-das-chuvas-na-regiao-serrana-do-rj.html

__________________

Neste momento , de intenso sofrimento das populações de diversas cidades brasileiras atingidas pelas enchentes , nós da Diretoria da SASDE convocamos, aos que puderem, trazer ou mandar trazer aqui para sede da SASDE seus donativos que serão encaminhados á CRUZ VERMELHA , Instituição que nós da SASDE já trabalhamos juntos este ano e estes donativos serão encaminhados Por ela aos necessitados
Desde já nossos agradecimentos pela ajuda aos nossos patrícios atingidos por toda esta calamidade .
Deus os abençoe pelo gesto humanitário.

Cel Edvard Cavalcanti Leite –em nome da Diretoria Executiva e dos Conselhos


Brasil! Acima de tudo!

Sociedade Amigos da 2ª Divisão de Exército
http://www.sasde.com.brsasde2@gmail.com
Tel: (11)3884-7782
Fax:(11) 3888-5381

__________________

É isso ai, se cada um ajudar pôde-se realizar e muito.

Só acrescentando uma informação, para quem quiser ajudar com um depósito na conta de auxílio aos vitimados, o digito verificador da agência do Banco do Brasil é: 2.

Fica Assim:
Agência:0741-2
Conta:110000-9
Nome:SOS TERESOPOLIS DONATIVOS

Abraços
Everton

__________________

Oi Pessoal, em Curitiba também estamos nos movimentando para ajudar.

Quem quiser poder trazer suas doações na Unidade Centro Cívico, que nos encarregaremos de repassar à Cruz Vermelha.

Mais informações no nosso blog: http://derosecentrocivico.org/blog/?p=5751

Abraços,

Ric Poli e Equipe.

__________________

O Grande Oriente de São Paulo estará aberto hoje dia 17/01 (2ªf) até 17h para receber doações aos desabrigado do Rio de Janeiro e Franco da Rocha. Rua São Joaquim, 457 – Liberdade – São Paulo/Capital

quinta-feira, 30 de setembro de 2010 | Autor:

A favela do Real Parque, que está na região de atuação do Rotary Clube de SP Morumbi pegou fogo. Foram cerca de 300 barracos destruídos e centenas de desabrigados, ficando apenas com a roupa do corpo.

O Rotary Clube de SP Morumbi, em conjunto com o Projeto Casulo e Igreja Nossa Senhora da Providência solicitam sua ajuda no sentido de auxiliar estas pessoas a recomeçarem suas vidas.

Atualmente a Defesa Civil está fazendo um levantamento da quantidade exata de famílias para providenciar moradia, mas nós podemos auxiliá-los doando gêneros de primeira necessidade, tais como roupas, colchões e artigos de higiene pessoal (fraldas, escovas de dente, sabonetes), que, no momento, são os itens mais urgentes.

As doações poderão ser entregues, inclusive neste final de semana, nos seguintes locais:

Projeto Casulo
Rua Paulo Bourrol, 100 (Real Parque)
Telefones: 3758-0506 com Nilton, Sueli ou Sandra.
A 50 metros da Rua Duquesa de Goiás (em frente à escola Objetivo).

Paróquia Nossa Senhora da Providência
Rua Visconde de Nacar, 46
Telefones: 3758-4908 com Padre Alexandre ou Elisete

Se precisar de mais informações, pode-se enviar e-mail para nosso clube (info@rotarymorumbi.org.br) ou falar com Alexandre Gaeta (Tel. 9252-9009).

Aguardamos sua ajuda. Colabore!

Rotary Club São Paulo Morumbi
info@rotarymorumbi.org.br
www.rotarymorumbi.org.br

terça-feira, 30 de junho de 2009 | Autor:

Quando tenho que recorrer ao atendimento telefônico de cartões de crédito, companhias aéreas, empresas de telefonia e praticamente qualquer outra empresa, percebo o quanto a Uni-Yôga e as nossas escolas são eficientes. Várias daquelas empresas, por exemplo, pedem que você digite o seu CPF para que localizem a sua ficha. Você digita. Aí a gravação diz: “Obrigada. Já localizamos a sua ficha. Vamos transferir para uma das nossas atendentes.” Aí você espera, espera, espera e finalmente atende um ser humano (desculpe, mas foi difícil digitar isso). Então, ela pede o seu CPF! Você diz que já forneceu. Mas contra a estupidez humana não há argumento: “Sinto muito, senhor, mas não entrou no meu sistema. O senhor pode fornecer o seu CPF?” Ou você cede à chantagem ou não será atendido.

Recentemente adquiri um MacIntosh. Depois de ter trabalhado mais de vinte anos com PC, domino agradavelmente seus segredos. Mas no Mac sou iniciante. Eu e, pelo visto, todos os usuários de Mac que tentaram me ajudar. No PC eu faço todo o trabalho de digitação, diagramação, ilustração e paginação em Word e depois fecho o arquivo em PDF. Quando fui fazer isso com o Mac, ao passar do Word-para-Mac ao PDF saiu tudo errado, desde o tamanho das páginas, ao comando inexistente de sim-para-todas-as-sessões na operação para definir o tamanho das páginas, até à preservação das fontes quando o arquivo viesse a ser utilizado em outro computador que não possuísse as minhas fontes. Depois de consultar todos os micreiros das minhas relações, fui à loja da Mac onde havia comprado o equipamento para que algum técnico me auxiliasse. Afinal, todo o fã clube da Apple declara solenemente que a empresa orienta, esclarece, dá suporte e ajuda o usuário que confiou na marca e investiu seu dinheiro nesse produto.

Qual não foi a minha surpresa quando o técnico da loja do Shopping Iguatemi me disse que não poderia me orientar. Que, já que eu estava usando Word, isso seria com a Microsoft! Sim, e eu com isso? Estou usando Word-para-Mac e comprei o aparelho na Mac!!! Está bem. Sou daqueles clientes que não reclamam, mas que tem o poder de não comprar mais o produto e o de não aconselhá-lo aos amigos. E eu tenho muitos amigos – veja na coluna de fotos à direita.

Já que não havia outro jeito, fui consultar a Microsoft e, diga-se de passagem, fui muitíssimo bem atendido pelo Thiago Sobreira, do Suporte Técnico Microsoft. O técnico do suporte me telefonou várias vezes para acompanhar o caso e tentar ajudar e até me enviou um simpático e-mail. Mas, no fim, disse que o problema não era oriundo da Microsoft, pois o PDF agora pertencia à Adobe. Federico ficou de resolver isso para mim, mas não conseguiu.

Afinal, ou eu escrevo (que é a minha profissão) ou passo dias e semanas tentando fazer com que meu Ford T-4 ande sem o auxílio de um foguista (choffeur) e de um mecânico. Comparo os computadores aos Fords-de-bigode de 1910, umas máquinas primitivas, pois não é possível que você não possa simplesmente comprá-los, ligá-los e usá-los, como faria com um televisor ou com um automóvel. Estamos na pré-história da informática!

É por isso que não consegui editar mais nenhum livro. Estou com oito livros prontos, mas nenhum deles pode ser lançado.

Assista ao vídeo abaixo e veja se não é isso mesmo o que ocorre com você.

httpv://www.youtube.com/watch?v=jM7Ae6DVOfs

Juliano Paganini

http://www.youtube.com/watch?v=t53LYUamBZI

Encontrei no YouTube este bem humorado vídeo feito por um passageiro que teve seu violão estraviado pela companhia aérea e não conseguiu ser ressarcido.

De algum modo, a experiência dele não é de todo incomum… Mas a sua criatividade impressiona !

Abraços,

Juliano Paganini
(Curitiba-PR)

Meus agradecimentos ao colega David Oliveira, da CAD Technology

David trabalha há vinte anos com a Apple e é diretor da empresa CAD Technology, que dá assistência e vende equipamentos MacIntosh. Esse devotado aluno da Unidade Borba Gato, veio ao meu escritório com mais um técnico e ambos ficaram ontem durante quatro horas queimando os neurônios. Não conseguimos solucionar o problema. Mas David não é homem de desistir. Foi para casa e não sei se dormiu à noite ou se ficou carburando. Hoje retornou à minha caverna com a solução! O Steve Jobs devia dar uma medalha ao David, esse heroi que reabilitou a imagem da Mac.

Agora, vamos ter novamente livros publicados pela nossa editora. Prepare-se que lá vem chumbo grosso: estamos com vários livrinhos pocket engatilhados (Zen noção, Síntese do SwáSthya Yôga, Código de Ética, Meditação, Yôga tem acento, A medalha com o ÔM e outros), bem como a nova edição do Tratado de Yôga, o livro Mensagens, o Pensamentos, o Yôga Sútra de Pátañjali e o DeRose, Histórico e Trajetória. Depois, assim que a editora estiver capitalizada, começaremos a publicar as segundas edições dos livros dos nossos instrutores que desejarem editá-los pelo selo editorial Egrégora.

Tudo isso, graças ao empenho e boa vontade do nosso estimado David Oliveira, que conseguiu solucionar um problema que ninguém resolveu. Quem desejar contratar seus serviços ou comprar um Mac, seu telefone é (11) 3849-8257 ramal 25, www.cadtec.com.br.

Leia mais »

quinta-feira, 11 de junho de 2009 | Autor:

lerivan

Gostaria de compartilhar com vocês um texto sobre como tratar bem os clientes. Bj
Lerivan Ribeiro – Floripa – SC

O Cliente

Eu sou o homem que vai a um restaurante, senta-se à mesa e pacientemente espera, enquanto o garçom faz tudo, menos o meu pedido.
Eu sou o homem que vai a uma loja e espera calado, enquanto os vendedores terminam suas conversas particulares.
Eu sou o homem que entra num posto de gasolina e nunca toca a buzina, mas espera pacientemente que o empregado termine a leitura do seu jornal.
Eu sou o homem que explica sua desesperada e imediata necessidade de uma peça, mas não reclama quando a recebe após três semanas somente.

Eu sou o homem que, quando entra num estabelecimento comercial, parece estar pedindo um favor, ansiando por um sorriso ou esperando apenas ser notado.
Eu sou o homem que entra num banco e aguarda tranqüilamente que as recepcionistas e os caixas terminem de conversar com seus amigos e espera pacientemente enquanto os funcionários trocam idéias entre si, ou simplesmente baixam a cabeça e fingem não me ver. Você deve estar pensando que sou uma pessoa quieta, paciente, do tipo que nunca cria problemas. Engana-se…
Sabe quem eu sou?
Eu sou o cliente que nunca mais volta!
Divirto-me vendo milhões sendo gastos todos os anos em anúncios de toda ordem, para levar-me de novo à sua empresa. Quando fui lá, pela primeira vez, tudo o que deviam ter feito era apenas a pequena gentileza, tão barata, de me enviar um pouco mais de “CORTESIA”.
“Clientes podem demitir todos de uma empresa, do alto executivo para baixo, simplesmente gastando seu dinheiro em algum outro lugar.”

Sam Walton
Fundador da Wal-Mart, a maior cadeia de varejo do mundo.

[Acho que já atendemos muito bem, mas o bom é inimigo do ótimo. Precisamos sempre estar atentos à distração ou falta de treinamento de algum instrutor mais novo na equipe. Ontem, por exemplo, eu estava monitorando pelas câmeras internas o atendimento de uma prospect que veio pedir informações com seu labrador negro. Interfonei para a recepção, mas o telefone não fora consertado. Tempo perdido! Interfonei novamente, agora para a secretaria e perguntei se haviam oferecido água para o cão. A instrutora dirigiu-se à recepção. Em seguida, me disse que não dera mais tempo, pois a senhora e o cão já estavam na porta para sair. Ainda assim, acredito que teria sido simpático oferecer água para o labrador, mesmo com a senhora já se despedindo. Isto é apenas um exemplo de como poderíamos ser melhores do quanto já somos. DeRose.]

soninha.paris

Je profite pour partager une histoire,

Hier je suis allé à la boutique Pierre Herné (boutique chique qui vent les meilleurs macarrons de Paris) et j’ai acheté quelques uns – leurs saveurs sont originals et ils sont très bien faits :)

Au moment de payer le serveur m’a dit que le magasin ne pourrais pas accepté la carte bancaire pour le montant de mes achats, seulement à partir de 15€ (cela est normal sur Paris).
Il m’a demandé si je pourrais retirer des espéces à une caisse retrait à 100m du magasin. Je suis allé même en pensant que cela pour un magasin de leur classe ce n’etait pas bien.

En revenant, j’ai payé mes achats, et le server gentilment m’a dit : Ça a été ? Ce n’etait pas trop loin ? Venez je vous offre un petit macarron.
Il a ainsi pris le temps de me parler de m’offrir un petit cadeaux délicieux et de gagner surtout une nouvelle cliente :)

C’est bien ça qui fait la différence !

Gros bisoussssss
Sonia

Leia mais »

Equipe de Desenvolvimento:

Daniel Cambría   |   Coordenação Geral https://www.facebook.com/danielcambria

Tiago Pimentel   |   Layout & Identidade Visual https://www.facebook.com/tiagopimentel https://www.flickr.com/designinabox

Alex William   |   Programação Visual (Front End) https://www.facebook.com/alex.brasileiro https://www.artinblog.com

Douglas Gonzalez   |   Programação Back End https://www.facebook.com/douglas.s.gonzalez

Visite o Office em facebook.com/officemetododerose